Descubra os signos da Família Real

O que os astros têm a dizer sobre a personalidade da realeza?

Quem nos acompanha, sabe que aqui em CLAUDIA adoramos astrologia. E que estamos sempre de olho na Família Real britânica. Então, por que não juntar dois de nossos assuntos favoritos na mesma matéria?

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Dando uma olhada nos mapas astrais da realeza, é notável a forte presença de signos de água e terra, com destaque para Touro e Câncer. Mas o que isso representa para as personalidades dos membros da casa real? Vejamos a seguir:

Rainha Elizabeth (21 de abril de 1926 – Touro)

 (WPA Pool / Pool/Getty Images)

Taurinos são conhecidos por sua calma, praticidade e paciência, o que, convenhamos, são algumas das características fundamentais para quem está no comando de uma nação, não é? O signo também valoriza estabilidade e é extremamente dedicado a tudo o que acredita. Não é de se espantar, portanto, que a Rainha permaneça fiel às tradições reais e não tenha planos de abandonar o trono tão cedo.

Príncipe Charles (14 de novembro de 1948 – Escorpião)

Príncipe Charles

 (Chris Jackson - WPA Pool/Getty Images)

Misteriosos, os escorpianos podem demonstrar certa frieza e distanciamento. Bastante discreto, Charles de fato se mantém longe dos holofotes e tenta não se envolver em polêmicas, desconsiderando o escândalo de traição que marcou o fim de seu casamento com Diana. Apesar de ser o primeiro na linha de sucessão para o trono, o príncipe tem seguido seu próprio caminho e recentemente passou a investir no ramo do turismo, comprovando que possui outras das características de Escorpião: independência e vontade de explorar uma variedade de possibilidades.

Lady Diana (1 de julho de 1961 – Câncer)

 (Tim Graham/Getty Images)

Família, filhos, lar. Estes são alguns dos valores mais importantes para quem é do signo de Câncer. Impossível não reconhecê-los na eterna princesa Diana. Sensível e prestativa, seu carinho maternal se estendia para além das pessoas amadas: ao longo de sua vida, ela se dedicou às causas humanitárias como a luta contra o câncer e o HIV. O impacto de seu trabalho de conscientização sobre o perigo das minas terrestres também reverbera até hoje, com Harry dando continuidade ao legado.

Príncipe William (21 de junho de 1982 – Câncer)

 (Max Mumbi/Getty Images)

Canceriano como a mãe, William também dedica parte de seu tempo à filantropia. Seu trabalho social está principalmente ligado às instituições que tratam de saúde mental e bullying, escolha que pode estar relacionada ao impacto que a morte precoce de Diana teve em sua vida. Muito envolvido na criação dos filhos, ele demonstra ser um pai dedicado, apoiador e leal à família.

Kate Middleton (9 de janeiro de 1982  – Capricórnio)

 (Getty Images/Reprodução)

Com os dois pés bem fincados no chão, Kate Middleton representa bem as características associadas ao signo de Capricórnio. Dividindo-se entre os três filhos e suas obrigações reais, ela trabalha duro para manter a harmonia entre as duas esferas. Disciplinada, ela segue à risca a maioria dos protocolos reais. E apesar de ser conhecida por seu senso fashion impecável, também demonstra controlar bem o dinheiro ao escolher peças acessíveis.

George (22 de julho de 2013 – Câncer)

 (Handout/Getty Images)

Outro canceriano, o primogênito de Kate e William já dá sinais de ser bem carinhoso, leal e afetuoso, especialmente com a irmã. George também parece ter uma tendência para as artes e faz aulas regulares de balé, hábito que a avó paterna costumavam ter.

Charlotte (2 de maio de 2015 – Touro)

 (WPA Pool / Pool/Getty Images)

Já explicamos que Touro é um signo de paciência e estabilidade. Mas toda regra tem sua exceção e, no caso da Família Real, é a Charlotte que foge dos padrões. Apelidada de Princesa Guerreira, a garotinha é bastante agitada, aventureira e até um pouquinho rebelde, já tendo deixado a etiqueta de lado para fazer caretas e outras brincadeiras em público.

Louis (23 de abril – Touro)

 (EPA/Getty Images)

Com apenas um aninho, Louis parece ter puxado a irmã. Basta observar suas aparições em público para ver que o caçula de Kate e William rouba a cena com seus sorrisos e travessuras.

Harry (15 de setembro de 1984 – Virgem)

Príncipe Harry

 (Joe Giddins/Getty Images)

Dizem que virginianos são metódicos, perfeccionistas e extremamente organizados. Mas esse nem sempre foi o caso de Harry. Na juventude, ele era visto como um playboy que não gostava de obedecer ordens e vivia se rebelando contra a estrutura formal da monarquia. Hoje a história é outra e finalmente é possível perceber traços de Virgem na personalidade do príncipe. Esforçado e generoso, ele também se dedica às ações sociais, especialmente após seu casamento com Meghan.

Meghan Markle (4 de agosto de 1981 – Leão)

 (Corbis/Getty Images)

Apesar de ter uma origem distante da nobreza britânica, Meghan Markle já deixou sua marca cravada na Família Real. Com nobreza e brilho próprios, a duquesa de Sussex atrai atenções por onde passa. E, como uma leonina nata, preza por sua liberdade e independência, o que já a levou a quebrar diversos protocolos.

Archie (6 de maio de 2019 – Touro)

 (Pool/Samir Hussein/WireImage/Getty Images)

Quando Archie nasceu, lá em maio, fizemos um mapa astral detalhado do pequeno. Na publicação, a astróloga conta que o herdeiro de Sussex provavelmente será uma criança tranquila, sociável e muito afetuosa. Apesar das aparições raras do bebê, já é possível perceber alguns acertos: durante sua primeira turnê pela África, ele se mostrou bem quieto e sorridente mesmo quando cercado de câmeras.

Leia também: O mistério de Lalla Salma, a princesa fantasma

+ Este look de Meghan é perfeito para ficar chique no verão

PODCAST – Como ter mais orgasmos: o caminho para uma vida sexual satisfatória