A Rainha diz que não assiste The Crown

Uma declaração de Peter Morgan, autor da série, levou a família real a se manifestar

Um artigo publicado no último dia 7 pelo jornal britânico The Guardian fez com que a realeza se manifestasse. No texto, que conta os bastidores da série The Crown, transmitida pela plataforma Netflix, o autor da série, Peter Morgan, revelou ter uma relação próxima com alguns membros da família real e que, quatro vezes por ano, encontra “pessoas que estão no alto escalão e trabalham ativamente na organização”.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

“Respeitosamente, eu explico o que tenho em mente e eles se preparam”, contou Peter ao jornal, referindo-se ao processo de criação das temporadas de The Crown.

Mas parece que não é bem assim que a coisa funciona. Em comunicado oficial enviado ao The Guardian na sexta-feira (13), Donal McCabe, secretário de comunicação da Rainha, fez questão de esclarecer que não existe qualquer envolvimento da realeza na produção da série e que a monarquia tampouco confirma como verdadeiras as informações apresentadas no drama.

“Apreciamos que os leitores do The Guardian possam gostar da interpretação ficcional de eventos históricos, mas eles devem estar cientes de que a família real não compactua com as interpretações feitas pelo programa”, diz a nota.

E completa: “A realeza nunca concordou em vetar ou aprovar conteúdo, não foi questionada sobre quais tópicos serão inclusos e nunca expressaria um parecer sobre a precisão do show”.

Leia também: Por que as pessoas não devem falar sobre Harry e Meghan com rainha

+ Amigos de príncipe George foram revistados para brincar no palácio

PODCAST – Como dialogar com as crianças e adolescentes sobre sexualidade