Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como harmonizar vinhos, tintos e brancos, com o almoço de Páscoa

Confira as dicas do sommelier Lamberto Percussi para harmonizar bacalhau e outras iguarias da Páscoa com os vinhos ideais

Por Marina Marques Atualizado em 1 abr 2021, 20h59 - Publicado em 1 abr 2021, 15h00

Mesmo em casa, numa refeição mais enxuta, a Páscoa continua sendo uma data que proporciona alegrias e momentos prazerosos.

O indispensável bacalhau à mesa, os ovos de chocolate, uma sobremesa caprichada… Até mesmo com receitas simples e práticas, a Páscoa pode ser um momento de descontração em um período tão difícil causado pela pandemia do novo coronavírus.

Além das receitas doces e do bacalhau, o que não pode faltar para muita gente na mesa do domingo é um bom vinho. Se você é fã da bebida, vai ficar ainda mais afiado na hora da harmonização com as dicas do sommelier Lamberto Percussi, da Vinheria Percussi. Tem combinação com tinto, branco, fortificado e muitos frutos do mar! Confira:

BOLINHO DE BACALHAU

Bolinho de bacalhau
Bella Cardim/Deli Delícia/Divulgação

Um petisco como o bolinho de bacalhau merece um belo acompanhamento. A sugestão do sommelier Lamberto Percussi é um espumante brut (seco) para refrescar e limpar o palato a cada gole. Entre as uvas, ele indica Pinot Noir e Chardonnay.

BACALHAU CLÁSSICO

bacalhau
Bruno Geraldi/CLAUDIA

Para acompanhar a estrela da mesa, Lamberto recomenda um vinho branco maduro, com boa estrutura, acidez e complexidade – como um Chardonnay com passagem em barrica. “Alguns gostam do bacalhau com vinhos tintos mais frescos, jovens e de acidez marcada, sem madeira, para esses indico os rótulos portugueses ou Pinot Noir”, acrescenta.

Continua após a publicidade

BOLO DE BACALHAU COM CAMARÃO

bolo de bacalhau com camarão
Roberto Seba/CLAUDIA

Na opinião do sommelier, um prato com frutos do mar, como esse bolo salgado, vai bem com um branco mais sutil, fresco e aromático, por conta dos camarões. Entre as uvas indica as castas Viognier, Pinot Grigio ou brancas sicilianas, como a Grillo.

POLVO À VINAGRETE

polvo a vinagrete
Barbacoa/Divulgação

Uma entradinha refrescante e requintada, como o polvo à vinagrete, exige um vinho à altura. A indicação de Lamberto Percussi é um branco fresco, seco e cortante, como um Sauvignon Blanc do velho mundo, nomenclatura dos rótulos europeus.

RAVIOLI DE BACALHAU COM GEMA CAIPIRA

ravioli de gema e bacalhau
La Varenne/Divulgação

“Um branco ‘natural’, mais rústico, com marcada acidez e alguma estrutura, seria uma boa pedida”, indica o especialista. Entre as uvas ele aponta as castas Macabeu, Timorasso e Moscato d’Alessandria.

TARTE DE CHOCOLATE

tarte de chocolate
Roberto Seba/CLAUDIA

Já para a hora da sobremesa, a harmonização fica por conta de um vinho fortificado mais macio. “Um jovem Porto Tawny seria o máximo!”, indica Lamberto.

  • O que você precisa saber sobre gravidez em tempos de pandemia

    Continua após a publicidade
    Publicidade