CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

6 ideias para criar uma rotina de relaxamento e se livrar do estresse

Ervas aromáticas, massagem, ioga, meditação e outras sugestões para quem precisa desconectar e relaxar

Por Camila Pati Atualizado em 10 out 2021, 10h49 - Publicado em 8 out 2021, 18h10

Estamos exaustas. Cada uma à sua maneira, muitas de nós estamos beirando o limite emendando jornadas e equilibrando papéis. Sem saída, nos enfiamos em um ritmo frenético para dar conta do que precisa ser feito. E com a pandemia, muito mais coisas precisaram ser feitas – e tudo ao mesmo tempo.

Não à toa que psiquiatras, desde 2020, estão com agendas mais cheias de atendimentos e relatos de piora no quadro dos pacientes se multiplicaram, segundo estudo da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Se a ajuda profissional é o caminho mais adequado para os casos mais sensíveis, trilhas alternativas também têm atraído pessoas em busca da manutenção da saúde mental. Nesta semana para celebrar o Dia Mundial da Saúde Mental, neste domingo, 10, a rede social Pinterest divulgou uma pesquisa em que mostrou que o interesse por temas relacionados ao autocuidado cresceu. Buscas por rotinas de relaxamento aos domingos cresceram sete vezes e a procura por dicas para desestressar foi 12 vezes maior no ano passado.

“Cada um pode apoiar seu próprio bem-estar mental se concentrando em estratégias de relaxamento. Existem muitas atividades que podem ajudar a reduzir ou controlar os níveis de estresse e ansiedade. Encontre uma atividade que funcione para você e que você tenha grandes chances de continuar fazendo, o que ajudará a trabalhar em direção a uma prática regular”, diz Juveria Zaheer, pesquisadora e psiquiatra do The Centre for Addiction and Mental Health, no relatório sobre a pesquisa.

A seguir confira sugestões de atividades para quem quer (e precisa) relaxar:

Tomar um bom banho de ervas aromáticas

Não subestime o poder da água e das ervas no processo de relaxamento. Banhos quentes são uma das formas mais seguras e agradáveis para acalmar os nervos, segundo a terapeuta holística Mariângela Moraes Meinberg, sócia do Templo Spa da Alma.

“Um bom banho de banheira, uma imersão num ofurô, ou mesmo um banho bem quentinho com ervas frescas ou secas pode te tirar rapidamente dessa loucura dos tempos atuais, limpar, acalmar e, com isso, ajudar na reconexão consigo mesma”, diz.

Banhos ou imersões de ervas transcendem benefícios físicos e atingem a dimensão da espiritualidade, de acordo com ela. “O banho opera no benefício físico da limpeza, mas alcança também esferas energéticas e espirituais.

A terapeuta explica que é interessante apostar numa combinação de ervas que limpem as energias e que sejam calmantes e relaxantes. Ela indica quatro ingredientes: lavanda, alfazema, alecrim e rosas brancas. “A lavanda trabalha com o equilíbrio espiritual, acalma, tranquiliza a mente de forma profunda. Alfazema também é relaxante, calmante, tranquilizante e antiestresse. O alecrim é poderoso limpador energético e abre caminho espaço para novas e boas vibrações, reestabelecendo a paz interior. A rosa branca acalma e ajuda na limpeza das energias, pensamentos e emoções”, explica.

Para fazer o banho de ervas, o ideal é ferver água, adicionar os ingredientes e deixá-los em infusão até que a  temperatura esteja confortável para sua pele.  Depois de coar, coloque o preparo numa banheira ou, após o banho de chuveiro, jogue o banho no corpo (do pescoço para baixo).

ervas aromáticas

 Fazer um escalda-pés

Uma alternativa ao banho de ervas é o escalda-pés, prática milenar de relaxamento e limpeza dos pés que tem como benefício relaxar o corpo e a mente. “É uma opção, já que uma bacia é mais fácil de ter em casa do que uma banheira ou ofurô. Também pode ser uma alternativa para quem não quer fazer o banho de ervas”, diz.

Todo escalda-pés é relaxante, independente do que se coloque como ingredientes entre sais e ervas e óleos essenciais. “Um escalda-pés poderoso pode ser feito com a mesma base do banho de ervas indicado: coloque, por exemplo, sais de lavanda, ramos alecrim e gotas de óleo essencial de alfazema ou de rosas numa bacia com água quente, e fique com pés por, pelo menos, 15 minutos”, diz.

escalda-pés
escalda-pés Westend61/Getty Images

Acender incensos

Incensos naturais feitos com as ervas frescas também podem turbinar sua rotina de limpeza e relaxamento, diz Mariângela. Fuja de incensos que contenham carvão e resina, indica a terapeuta. “Você pode fazer um bastão de incenso com as ervas secas, enrolando os ramos em um barbante”, sugere. Mais uma vez, alecrim e alfazema aparecem como as melhores indicações.

“Mas, você pode utilizar um incenso de arruda, se deseja primeiro fazer uma limpeza energética do ambiente para depois utilizar um aroma relaxante”.  Outras opções segundo a terapeuta são: incenso de baunilha para atingir clareza mental; camomila, que tem efeito calmante e relaxante; incenso de chá branco que traz leveza e calma; capim santo que tem fator antidepressivo em seu aroma; lírio branco que vibra harmonia, paz e equilíbrio;  incenso de mirra que abre o campo da espiritualidade e traz essa reconexão e, por fim, o incenso de lótus que abre o campo intuitivo e pode ajudar na hora de fazer uma meditação.

Continua após a publicidade
incensos
Stevica Mrdja / EyeEm/Getty Images

Receber uma massagem relaxante

Taí uma delícia de rotina de relaxamento. O massoterapeuta João Marcelo Meinberg, também sócio do Templo Spa da Alma, explica que durante uma sessão de massagem, a ocitocina, um dos hormônios do prazer, é liberada. “Ela ajuda no combate à tensão muscular, estabiliza a pressão e diminui o estresse. Além disso, ajuda muito no sistema nervoso, circulatório, linfático e respiratório”, explica.

Os benefícios são inúmeros e passam até pela melhora do sistema imunológico. “A massagem relaxante auxilia no tratamento de dores físicas, cãibras, edemas, estresse, depressão e insônia.

Na hora de aplicar uma massagem relaxante no corpo, os movimentos podem ser firmes e suaves. “Eu acredito que uma massagem mais forte faz com que a pessoa relaxe mais profundamente”, diz.

 

massagem
Veronique Beranger/Getty Images

Praticar ioga

A prática de ioga aumenta a flexibilidade, melhora a postura e proporciona equilíbrio físico, mental e emocional. Segundo explicou a professora Priscilla Leite, precursora da ioga online no Brasil. Seu canal no Youtube tem mais de 1 milhão de inscritos.

A procura pela atividade triplicou durante a pandemia, contou em entrevista a CLAUDIA. Assim como a massagem relaxante, a ioga também libera ocitocina e também a endorfina. Segundo ela, esse coquetel hormonal relaxa o corpo. Além disso, o trabalho respiratório age no equilíbrio do sistema nervoso. “É um momento de acalmar a mente”, diz.

 

Priscilla Leite

Meditar

Um dos jeitos mais eficazes para se livrar do estresse é com a meditação. A prática milenar oriental utilizada com o intuito de expansão da consciência é, por incrível que pareça, um dos hábitos mais simples que podem ser adotados no dia a dia, indica a terapeuta holística Amanda Mescae.

“Entre os benefícios da meditação estão relaxamento imediato e redução de estresse; clareza nos pensamentos, o que facilita a solução de uma situação; autoconhecimento; aumento da concentração, memória e do autocontrole. Ela também auxilia nos processos físicos do corpo como melhora do ritmo cardíaco, melhora da pressão arterial e da respiração”, explica.

Para quem quer começar a inserir a meditação na rotina, Amanda sugere reservar apenas dois minutos. “Sim! Você pode meditar em dois minutos e ir aumentando esse tempo gradativamente”, diz.

Ela indica escolher sempre o mesmo horário para que seu corpo se lembre que naquele momento, é hora dele meditar. Esteja em um local tranquilo para evitar distrações.

“Fique em uma posição confortável, de preferência sentada ou deitada, mas não confortável demais para você não dormir durante a prática. Lembre-se que estamos buscando o despertar da consciência. Você pode fazer também durante uma caminhada. O importante é despertar a consciência e se manter no presente”, diz.

Primeiramente conecte-se com seu corpo, prestando atenção em como ele está, desde os pés ao topo da cabeça. “Conforme você vai respirando, solte todos os músculos que estiverem enrijecidos. Corrija sua postura. Perceba se suas costas estão eretas para que o ar se movimente com tranquilidade pelo seu corpo”, indica.

Concentre-se então na sua respiração. Inspire e expire o ar de forma tranquila. “Apenas deixe fluir. Perceba o caminho que o ar percorre no seu corpo ao inspirar e expirar. Parece besteira, mas a maioria do tempo não respiramos corretamente, então jogue a respiração para o seu abdômen e depois solte, esvaziando toda a cavidade abdominal”, explica.

Faça isso pelos 2 minutos (ou mais) e ao finalizar, agradeça. “Agradeça pela dádiva da vida. Agradeça a você mesma por se permitir ter momentos que são só seus. Agradeça ao Universo por todos os ensinamentos que nos são dados a cada batida do coração”, indica.

meditação
DragonImages/ThinkStock
  • Continua após a publicidade
    Publicidade