Clique e assine com até 75% de desconto

Bebê morre após engasgar com uva e ficar 17 dias na UTI

Gabriel Magalhães de Souza completou um ano de vida internado em um hospital de Sorocaba, São Paulo, porém veio a óbito nesta terça-feira (27)

Por Da Redação Atualizado em 29 out 2020, 20h06 - Publicado em 29 out 2020, 20h04

Perto de completar o primeiro ano de vida, que seria celebrado no dia 21 deste mês, Gabriel Magalhães de Souza engasgou com uma uva e precisou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Gpaci, em Sorocaba, interior de São Paulo. Porém, nesta terça-feira (27) a família confirmou ao UOL que o bebê não resistiu ao acidente e faleceu.

Ana Gabrieli de Souza, mãe de Gabriel, contou que o bebê engasgou na casa do avó paterno. “Quem deu a uva foi o meu marido. Ele estava na casa do pai dele e deu para o bebê, daí se distraiu e o bebê engoliu. Eu estava no meu serviço. Aí me ligaram para avisar e eu passei mal, não conseguia nem andar”, explicou.

Após o ocorrido, Gabriel foi levado ao pronto atendimento, onde sofreu uma parada cardíaca. “Eles [os médicos] reanimaram ele. Depois de 2 horas, ele foi encaminhado para o Gpaci e, quando chegou aqui, teve várias convulsões. Daí teve que tomar remédios fortes para o cérebro porque com a parada [cardíaca] faltou oxigênio no cérebro”, disse.

Nas redes sociais, Ana fez um desabafo sobre a perda do filho. “Os planos que foram embora, o sonho que se perdeu, o que era festa agora é luto do que já morreu. Não foi o que eu planejei para você, filho. Deus sabe de tudo. Como dói, minha estrela. Olha aí por mim e pelo papai, te amo eternamente”, escreveu a mãe.

  • Estou com câncer de mama. E agora?

    Continua após a publicidade
    Publicidade