CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Livre da tutela do pai, especialistas falam como ficará a vida de Britney

Agora, cantora aguarda por audiência que determinará ou não o fim definitivo de seu processo de tutela

Por Da Redação Atualizado em 30 set 2021, 12h41 - Publicado em 30 set 2021, 12h33

Britney Spears está oficialmente livre da tutela de seu pai. A decisão foi tomada pela juíza de Los Angeles Brenda Penny, nesta quarta-feira (29), que determinou a suspensão imediatada de Jamie Spears como conservador do patrimônio da cantora.

Tutor de Britney desde 2008, Jamie já havia renunciado de seu papel legal, mas sua saída oficial só estava prevista para janeiro de 2022, quando haveria uma audiência sobre o caso. Atendendo a pedidos da tutelada, a sessão foi antecipada.

“A situação não é sustentável. Ela é realmente tóxica”, disse a magistrada em um dos trechos da decisão judicial republicada pela mídia norte-americana.

Com a suspensão, o contador John Zabel, nomeado pelo advogado de Britney, assume imediatamente o papel de tutor, que deve ser desempenhado por ele temporariamente, visto que uma nova audiência está agendada para novembro a fim de finalizar o processo de tutela de Britney Spears.

Jodi Montgomery, que em ocasiões anteriores assumiu temporariamente a tutela da cantora, continua com seu papel legal de conservadora pessoal, acompanhando suas consultas médicas, tratamento de saúde mental e cuidando de qualquer medicamento que Britney precise tomar.

Há anos, a cantora pop vem expressando através de seus advogados o seu desejo pelo fim da tutela do pai, que se mostrava altamente controlador. Em junho, Britney depôs pela primeira vez, implorando por sua liberdade e expondo episódios de abuso de tutela por parte de Jamie. Segundo o depoimento, ele a impedia de se casar, de retirar o DIU, a drogava constantemente, entre outros fatos assustadores.

Continua após a publicidade

Leia mais sobre o depoimento chocante de Britney Spears: “Fizeram um ótimo trabalho me explorando”.

Próximos passos

Em conversa com a revista estadunidense People, os especialistas jurídicos David A. Esquibias e David Glass comentaram sobre o caso e apontaram quais os próximos passos que podem ser dados com a suspensão de Jamie Spears. 

“Normalmente, o tribunal encerra a tutela simultaneamente com a dispensa do conservador. Aqui, a tutela permanece intacta, mas o conservador foi suspenso. Britney poderia processá-lo por negligência ou violação do dever fiduciário”, opina David Esquibias. 

David Glass ainda aponta que ocorreu exatamente o que a equipe jurídica de Britney planejava. Com a suspensão de Jamie antes do fim da tutela, os advogados da cantora agora têm legalidade para apontar os erros propositais e acidentais que ele cometeu, tal como apropriação indébita de dinheiro e gastos irracionais de dinheiro, tudo baseado em provas.

Os advogados ainda apontam que, apesar da estrela pop estar livre do pai, para que o processo de tutela seja oficialmente encerrado, Britney terá obrigatoriamente que passar por uma avaliação de saúde mental, visto que a tutela foi imposta inicialmente por causa de uma recomendação médica.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade