Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

“Fizeram um ótimo trabalho me explorando”, diz Britney sobre tutela do pai

A cantora implorou: "Só quero minha vida de volta". O desabafo comoveu seu ex-namorado, Justin Timberlake, que se pronunciou nas redes sociais

Por Da Redação Atualizado em 24 jun 2021, 13h04 - Publicado em 24 jun 2021, 12h22

A cantora Britney Spears depôs, nesta quarta-feira (23), sobre o processo da sua tutela concedida ao seu pai. Desde de 2018, Jamie Spears tem o controle da vida pessoal, profissional e financeira da artista.

Ao iniciar a audiência, uma advogada solicitou sigilo ao juiz, mas a própria cantora expressou o seu desejo de que os registros fossem divulgados.

“Eles fizeram um ótimo trabalho explorando minha vida. Acho que deveria ser uma audiência pública. Eles deveriam escutar o que eu tenho a dizer”, afirmou a cantora na audiência.

Britney iniciou o depoimento se referindo aos seus posts mais recentes das redes sociais, dizendo que mentiu para o público ao dizer que estava tudo bem e que ela estava feliz.

“Não consigo dormir, estou deprimida, choro todos os dias”, contou. 

“É desmoralizante tudo que passei. Nunca disse isso abertamente – nunca pensei que alguém fosse acreditar em mim. Não estou mentindo. Só quero minha vida de volta. Já se passaram 13 anos e isso já o suficiente”, disse sobre a tutela, que define como “abusiva”.

Britney também expressou o seu desejo de se casar e ter filhos, o que tem sido impedido pelos seus responsáveis legais. “Eu tenho um DIU em meu corpo agora que não me deixa ter um bebê e meus tutores não me deixam ir ao médico para retirá-lo”, declarou.

Ao falar sobre o motivo de sempre enviar ao tribunal um advogado para expressar seus pedidos e queixas, Britney apontou que não é ouvida. Segundo ela, isso aconteceu na última vez em que foi depor, cerca de dois anos atrás.

A turnê de 2018 realizada por ela também foi tema do depoimento. Britney detalhou que, além de ter sido forçada a fazer os shows, teve que mudar sua medicação e foi obrigada a fazer outras coisas. A falta de liberdade sobre a própria vida fez com que a artista se sentisse como uma escrava.

Para a cantora, o agravante foi o silêncio e imparcialidade de sua família, uma vez que seu pai tinha conhecimento do seu desejo de não fazer os shows. “Eu mereço um intervalo. Me sinto cercada, intimidada, deixada de lado e sozinha”, expressou a cantora.  

“Cansei de me sentir sozinha. Mereço ter os mesmos direitos, ter um filho ou qualquer uma dessas coisas”, finalizou a cantora. 

Esta é a primeira vez que Britney se dirige diretamente ao tribunal desde que seu advogado pediu a suspensão de Jamie como tutor da herança estimada em 60 milhões de dólares. O pedido para depor partiu da própria Britney.

Continua após a publicidade

Justin Timberlake defendeu Britney nas redes sociais

Após a audiência, Justin Timberlake, ex-namorado de Britney Spears, publicou uma série de mensagens no Twitter manifestando seu apoio à cantora.

“Depois do que vimos hoje, todos deveríamos apoiar Britney neste momento. Independentemente de nosso passado, bom e ruim, e não importa há quanto tempo isso aconteceu… O que está acontecendo com ela não é certo. Nenhuma mulher deveria ser impedida de tomar decisões em relação ao próprio corpo”, escreveu Timberlake.

“Ninguém nunca deveria ser detido contra sua vontade ou ter que pedir permissão para acessar tudo o que conseguiu com trabalho duro”, prosseguiu.

“Jess [atual mulher de Justin] e eu enviamos nosso amor e total apoio para Britney nesse momento. Esperamos que os tribunais e sua família façam o que é certo e a deixem viver como ela quiser viver”, finalizou. 

Continua após a publicidade
Publicidade