CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Entenda por que Lady Di abandonou a Chanel depois do divórcio

Relação da princesa com a marca começou em 1988 em uma viagem a Paris

Por Da Redação Atualizado em 30 set 2021, 19h35 - Publicado em 30 set 2021, 19h14

A icônica Lady Di é conhecida até hoje pelo seu legado de vida, mas também por sua relação única com a moda. Inclusive, seu amor em vida pela Chanel não é segredo para ninguém.

A conexão começou em 1988 durante uma turnê mundial com passagem em Paris, na França. Na ocasião, surgiu a dúvida do que usar para pisar na terra do amor e, com isso, a princesa Diana recorreu à sua estilista, a editora de moda, Anna Harvey. 

A sugestão não poderia ser outra, Chanel. Anna, antes de morrer em 2018, contou ao The Telegraph que assim se iniciou o gosto da princesa pela marca.”Chanel foi a escolha óbvia, esse foi o começo do relacionamento”, contou. 

Veja também:  A bolsa favorita da Princesa Diana está de volta!

Em 1990, a relação ainda se mantinha, mas os rumos mudaram por conta das crises no casamento de Diana. Uma das primeiras suspeitas de que estava sendo traída pelo príncipe Charles foi ao notar que suas abotoaduras carregavam duas letras “C’s” entrelaçadas, como mostra o documentário da Netflix Diana: Em suas próprias palavras.

Continua após a publicidade

Ao ser questionado sobre como tinha arrumado as abotoaduras, Charles revelou que era um presente de Camila, provocando incômodo em Diana. Com isso, a coincidência das iniciais do príncipe com a sua próxima esposa fez com que Lady Di passasse a torcer o nariz para o logotipo da grife.

Durante o anúncio de sua separação, que foi feita pelo primeiro-ministro John Major,em 1991, a princesa até usou uma jaqueta azul com duas letras “C’s” entrelaçadas. Naquela fase, a traição ainda não era de conhecimento público, mas o recado foi dado. 

Lady di
Diana com o casaco azul com os botões com dois C’s gravados |Foto: Acervo Lady Di/Getty Images

A atitude claramente proposital foi confirmada pelo editor de moda australiano, Jayson Brundson, em entrevista para Harper’s Bazaar Australia. Anos após o divórcio, ele sugeriu à Diana um par de sapatos da Chanel para combinar com seu vestido da Versace. A resposta da princesa foi curta e direta. “Não, não posso usar C’s vinculados, o C duplo. É de Camilla e Charles.”

A princesa ainda foi vista com peças da Chanel no primeiro Dia dos Namorados divorciada e na confirmação do filho mais velho, o William, ao trono da realeza britânica. Só ocasiões emblemáticas e, que aparentemente, a princesa queria deixar uma mensagem sublimar.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade