CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Sem conhecer os netos, pai de Meghan faz duras críticas à filha

"Única coisa que parece importar para eles agora", insinuou Thomas Markle sobre o relacionamento de Meghan e Harry com o dinheiro

Por Da Redação 19 out 2021, 11h45

A relação conturbada entre Meghan Markle e seu pai ganhou novos entrelaces nesta terça-feira (19). Durante uma entrevista concedida ao canal britânico ITV, Thomas Markle pediu à filha que o permita ver o netos, quando paralelamente também a acusou de se preocupar apenas com dinheiro.

“Estamos em um ponto em que acho que devíamos ambos amadurecer, conversar, nos reconciliar pelo bem das crianças”, afirmou enquanto referia-se aos netos.

Diretor de iluminação aposentado de Hollywood, Thomas Markle, de 77 anos, mora no México e é separado de Doria Ragland, a mãe de Meghan, desde quando a atriz ainda era criança. 

Desde que Meghan casou-se com o príncipe Harry, em maio de 2018, pai e filha não mantêm contato, inclusive, Thomas não compareceu à cerimônia. Como consequência deste afastamento, ele ainda não conheceu seus netos Archie, nascido em 2019, e Lilibet, nascida em junho de 2021.

thomas
Meghan e seu pai, Thomas Markle Thomas Markle/Arquivo Pessoal/Reprodução
Continua após a publicidade

“Isso é ridículo, quase quatro anos, é uma loucura”, declarou. “Sua bisavó é a rainha da Inglaterra e acho que é importante que saibam que têm duas famílias e que, com o tempo, vão crescer e vão querer saber mais sobre elas”, acrescentou.

Assim como já havia feito em outras entrevistas, Thomas não poupou as ofensas e ataques à filha. Segundo suas falas, Meghan quer que ele pare de falar com seus outros filhos, fruto de um segundo casamento. “Não poderia”, comentou sobre a suposta exigência. 

“Ela nunca tinha sido assim. Depois que ficou com Harry, ela mudou”, queixou-se. 

Em meio aos ataques, Thomas também acusou sua filha e o príncipe Harry, afastados da Família Real desde março de 2020, de se preocuparem apenas com a riqueza: “Essa é a única coisa que parece importar para eles agora”.

Continua após a publicidade

Publicidade