Meghan Markle e Príncipe Harry podem lançar jornal e revista

O escritório de patentes do Reino Unido publicou lista com mais de 100 produtos e serviços que devem ser registrados sob a marca Sussex Royal

Na semana passada, o Intellectual Property Office, escritório responsável por patentes no Reino Unido, publicou uma lista de mais de 100 produtos e serviços que entram em um pedido de marca registrada sob o nome Sussex Royal, de Meghan Markle e o Príncipe Harry, Duquesa e Duque de Sussex. Dentre os itens da lista se encontram uma revista e um jornal, além de peças de vestuário e muito mais.

O jornal e a revista foram listados na seção “impresso”, que também inclui, entre outros, diários, calendários, livros e materiais educativos. A lista também contempla uma seção de “serviços de assitência social” e soma-se aos esforços de Meghan e Harry para lançar a fundação de caridade Sussex Royal.

+Confira o que está rolando nas redes sociais

Segundo a imprensa internacional, Meghan e Harry teriam enviado o pedido em junho deste ano, apenas dois meses depois de se afastarem de The Royal Foundation, fundação de caridade de William e Kate. Na época, foi oficialmente anunciado que o Duque e a Duquesa de Sussex seguiriam com seu próprio empreendimento.

A mera menção na lista, no entanto, não significa que o casal real vai investir em todos esses produtos e serviços, somente que eles teriam a possibilidade, se o pedido de registro da marca for aceito. A publicação da lista aconteceu logo depois que o casal decidiu passar o Natal longe da Família Real, em um movimento que, segundo especialistas, indica a tentativa de estabelecer uma identidade própria — 2020 deve ser um ano ocupado para os dois.

Leia mais: Princesa Charlotte ganha flores de um menino e tem reação inusitada!

+Rainha Elizabeth quer construir um galpão para suas obras de arte

Poscast – Previsões astrológicas para todos os signos em 2020