CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
Publicidade
Crônicas de Mãe Crônicas de Mãe Por Ana Carolina Coelho. Feminista, mãe, escritora, poeta, dançarina, plantadora de árvores, pesquisadora e professora universitária
A parte que nos falta é a superação social da herança patriarcal da “culpa” materna
A vida em uma “sociedade de alta eficiência” pode até ser produtiva com coisas, mas não com pessoas e nunca com as mães
Entendi que o caminho do “amaternar” é uma constante mutação individual que existe comunitariamente
Nós, mães, precisamos ser amaternadas urgentemente, antes que as dores do que não falamos se tornem doenças
Amaternar é múltiplo, requer uma disposição interna e uma cosmovisão
"Apesar do sofrimento do fim de uma relação, superei graças ao olhar doce de uma cachorrinha que me amou desde o primeiro momento", diz Ana Carolina Coelho
Um acidente retirou todas nós de nossas rotinas e colocou em cena para as crianças a impermanência do viver
Percebo que uma parcela bem grande da sociedade julga e culpabiliza a própria mulher que ousou falar desse sentimento negativo
Devemos reivindicar cada vez mais direitos para precisarmos cada vez menos desistir de partes de nós
Até quando nos farão esse tipo de perguntas e tentarão nos impedir de fazer o que queremos?
Em tempos de guerra, mães que desejam suas gravidezes são mulheres que lutam duplamente pela vida
Precisamos admitir que nós, mães, também temos nossos medos e falhas
"O imediato é a medida do nosso possível e o passar do tempo a costura do que nos faz humanos, ao refletirmos, mudarmos e crescermos", reflete Ana Carolina
A colunista Ana Carolina Coelho reflete sobre como as escolhas presentes na maternidade impactam as mulheres
Apesar desta época pandêmica, na qual tantos vírus decidem nossas vidas, precisamos acreditar que “amanhã vai ser outro dia”
A colunista Ana Carolina Coelho reflete sobre a importância da comunicação em todas nas relações
A colunista Ana Carolina Coelho propõe uma conversa franca entre pais e filhos que promete não acabar com a fantasia do Natal para as crianças
A colunista Ana Carolina Coelho reflete como a maternidade ainda é vista, muitas vezes, como algo tão assustador e solitário
A colunista Ana Carolina Coelho reflete sobre o real sentido do termo "empatia" e propõe uma reflexão sobre esse sentimento na maternidade
A colunista Ana Carolina Coelho revisita um trauma de adolescência para refletir sobre o direito de todes de existir
Publicidade