Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Crônicas de Mãe

Por Ana Carolina Coelho. Feminista, mãe, escritora, poeta, dançarina, plantadora de árvores, pesquisadora e professora universitária
Continua após publicidade

Vamos conversar?

Conversar é esse ato de reconhecer a legitimidade de outra mulher distinta de nossa realidade

Por Ana Carolina Coelho
8 mar 2023, 09h58

Todo dia 8 de março falamos, debatemos e trazemos as pesquisas que demonstram as enormes diferenças entre os gêneros na nossa sociedade. Discutimos as injustiças e as violências. E é muito importante que assim o seja, já que essa é uma data de luta por equidade. 

No entanto, eu quero trazer uma possibilidade de ação diferente, mas que produz efeitos semelhantes no atuar: conversar. E porque escolher esse verbo? 

Nossas vidas foram invadidas por redes sociais, contatos, e-mails, chats e todas as formas de comunicação possíveis nos últimos anos, mas perdemos uma capacidade fundamental nesse processo: a do estabelecimento do diálogo. Penso que para exercermos o ato de dialogar com as pessoas, precisamos fazer quatro movimentos: ESCUTAR, REFLETIR, RESPEITAR e FALAR. Atualmente, exigimos que as crianças saibam fazer isso para que sejam “educadas” e “emocionalmente inteligentes”, mas vejo que, nós adultas/os, estamos fazendo esse circuito com as demais pessoas cada vez menos, principalmente com as mulheres e entre nós, mulheres.

Nós somos múltiplas e cada uma possui uma experiência, um maternar, uma rotina e uma forma de entender a vida. Conversar é esse ato de reconhecer a legitimidade de outra mulher distinta de nossa realidade. É não decretar que o quê não vivenciamos é menor ou menos importante. É pluralizar as falas e ampliar as experiências. É acolher e respeitar as igualdades para que as diferenças possam ser parte da equação de uma sociedade mais justa e equitativa

Quero conversar sobre ser mãe e sobre não ser mãe; sobre o múltiplo e o único em cada mulher. E que isso possa ser celebrado com a mesma intensidade que as histórias dos Homens. E em especial, quero poder falar sobre Felicidade: essa que acontece de repente, mas que é fruto de um processo pessoal em cada uma de nós, mulheres. 

Continua após a publicidade

Obviamente, quero um 8 de março que produza, como efeito de nossas lutas diárias, mais leis e políticas públicas para as mulheres em todas as áreas: saúde, educação, trabalho, estudos e vida pessoal. E quero um 8 de março com muita conversa, respeito, reflexão, escutas e falas. Ou seja, eu quero tudo e não vou me contentar com nada menos que isso. Para nenhuma de nós. 

Afinal, para o mundo mudar é preciso que uma pessoa comece a falar. Nós, mulheres, já somos um batalhão. Nossos maternares são múltiplos e únicos e já passou da hora de sermos devidamente reconhecidas. Dias melhores certamente virão! E vamos juntas! É possível sermos melhores, sempre!

Vamos conversar?

Se quiser entrar em contato comigo, Ana Carolina Coelho, mande um e-mail para: ana.cronicasdemae@gmail.com – e no Instagram: @anacarolinacoelho79

Será uma honra te conhecer! Quer conhecer as “Crônicas de Mãe”? Leia as anteriores aqui e acompanhe as próximas! Crônicas de Mãe virou livro! Quer adquirir um exemplar? Entre em contato com a autora!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.