Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Márcio Atalla dá dicas para ser saudável sem ir à academia

Mudar hábitos e ter uma vida saudável é essencial para a saúde física e mental.

Por Maria Eduarda Mallet - Atualizado em 21 jan 2020, 07h13 - Publicado em 26 jul 2016, 12h31

O professor de educação física, com especialização em treinamento de alto rendimento, e pós-graduação em nutrição pela USP, Marcio Atalla, ministrou na Editora Abril, à convite da revista Boa Forma, uma palestra sobre saúde e bem estar. Durante a conversa desfez mitos e deu dicas para uma vida mais saudável. 

Segundo Atalla, você não precisa de uma academia para ser saudável. Pequenos passos durante um dia fazem uma grande diferença.  Subir ou descer 18 lances de escadas ( que podem ser divididos durante o dia), dar dez mil passos ou ficar em pé duas horas, já aumentam seu metabolismo em 15% e faz você perder quarenta e cinco mil calorias em um ano.

“Movimento é o mais importante”, disse Marcio.

Atalla também citou quatro passos para uma vida mais saudável:

Continua após a publicidade

1. Crie o hábito de movimentar-se.

2. Dê continuidade a este hábito.

3. Faça atividades físicas não programadas. ( Sem datas, horário ou local marcado)

4. Crie pequenos objetivos. Exemplo: andar pelo quarteirão ou subir pequenos lances de escada.

6.  Escolha um tempo curto para realizar, como uma semana ou no máximo um mês. 

7. Depois passe para exercícios programados. ( Escolha sua atividade preferida e horário que se encaixe em sua agenda)

Segundo ele, uma das principais justificativas de quem não faz nenhuma atividade física é a falta de tempo. “Qual o tempo mínimo que você acha que precisa se movimentar para entrar em forma e ganhar saúde?”, provoca marcio em video no YOUTUBE. Existe um mito de que só começamos a queimar gordura depois de 30 minutos de atividade física. Será que menos tempo não funciona?  “Você não precisa de muito tempo para para colher os benefícios da atividade física. O importante é a regularidade, é se exercitar sempre”, diz Atalla.

Atalla reafirmou que a tecnologia tornou as pessoas mais sedentárias Por exemplo, em 1989,  13,9% da população brasileira dava pelo menos dez mil passos por dia. Hoje, em 2016, 59% dos brasileiros dá apenas dois mil passos por dia. E como consequência, o Brasil tem cerca de trezentas mil mortes por ano, por conta do sedentarismo e 20% da população sofre de depressão.

Atualmente, o professor está com um trabalho científico muito interessante na cidade de Jaguariúna, em São Paulo. O Vida de Saúde traz novos hábitos e mudanças significativas para os habitantes do município durante 8 meses. Alunos das escolas respondem à chamada em pé e as empresas fazem suas reuniões com os participantes em pé. São pequenos passos, mas que podem fazer muita diferença a longo prazo.

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Publicidade