Pai perde filha em trem e acha 20 anos depois

Yulia Gorina havia desaparecido em um trem na Bielorrússia em 1999

Yulia Gorina, de 24 anos, desapareceu em um trem da Europa Oriental em 1999, enquanto seu pai dormia. 20 anos depois, ela finalmente conseguiu reencontrar sua família biológica, que vive na Bielorrússia.

Ela viajava de trem com o pai de Minsk para Asipovichy, ambas cidades na Bielorrússia, antiga república soviética. De alguma maneira a menina foi parar em Ryazan, na Rússia, três semanas depois. A cidade fica a mais de 900 km de onde Yulia havia saído.

Os pais procuraram a menina com ajuda das autoridades, mas não conseguiram nenhuma pista. Quando chegou em Ryazan, Yulia foi colocada para adoção e foi criada por uma família russa.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Passados 20 anos, o atual namorado de Yulia conseguiu finalmente resolver a questão e encontrar sua família através de uma pesquisa na internet. Foram feitos testes de DNA para confirmar o parentesco de Yulia e Viktor e Lyudmila Moiseenko, ambos de 50 anos.

O casal afirma que procurou a filha por todos esses anos e percorreu inúmeras linhas ferroviárias procurando e perguntando por Yulia. Ela, por sua vez, conta que a única coisa que se lembra é de ter viajado com um casal até a Rússia.

O reencontro de Yulia com os pais biológicos aconteceu em uma delegacia em Maryina Horka, na região central da Bielorrússia. Hoje, ela tem uma filha chamada Kristina.

O reencontro de Yulia com sua família biológica

O reencontro de Yulia com sua família biológica (Press MVD/Reprodução)

Leia mais: Jovem palestina é assassinada pela família por postar vídeo com namorado

+ O batizado dos filhos de Jacquin

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?