Menina de 12 anos não era única vítima de estupro coletivo no Rio

A investigação apontou que a quinta pessoa identificada na cena do crime é, na verdade, outra menina

Uma quinta pessoa identificada na cena do estupro coletivo de uma menina de 12 anos, no Rio de Janeiro, era uma menina. Ela testemunhou o crime e também pode ter sido vítima de violência sexual.

“Ela [testemunha] já foi identificada e ouvida. É um pouco mais velha que a vítima, mas também é uma criança“, disse a delegada titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) e responsável pelo caso, Juliana Emerique de Amorim.

O inquérito sobre o caso foi concluído e o Ministério Público já apresentou a denúncia à Justiça. Entretanto, um novo inquérito foi instaurado para investigar a possível segunda vítima do crime.

Um dos envolvidos no crime se apresentou nesta semana, acompanhado da mãe, mas a polícia ainda está negociando com os responsáveis dos outros adolescentes que participaram, incluindo o ex-namorado da vítima, para que se apresentem à polícia ainda nesta sexta-feira (12).

*Foto fantasia.