CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Neto da rainha é acusado de quebrar isolamento para ver mulher casada

O representante de Peter Phillips negou o encontro e disse que ele fez uma viagem a trabalho para Escócia

Por Da Redação 29 mar 2021, 17h51

Peter Phillips, neto da rainha Elizabeth II, está sendo acusado de quebrar o isolamento social para visitar uma mulher casada na Escócia. Segundo o jornal britânico Metro, ele teria viajado 700 km para o encontro. Seu representante dele nega e diz que na verdade foi resolver negócios de sua empresa de testes rápidos contra Covid-19.

O descente da rainha de 43 anos, filho da princesa Anne, teria ido de Gloucestershire, Inglaterra, até a vila de St Cyrus, na Escócia. Por conta da pandemia a viagem entre esses dois países está proibida, exceto para motivos de saúde ou trabalho.

Peter é casado com Autumn Phillips, juntos eles tem duas filhas: Savannah Phillips e Isla Phillips. É especulado que a visita em meio ao isolamento foi a uma amiga de Zara Tindall, irmã dele. Os dois estudaram no mesmo colégio na Escócia, ela está separada mais ainda é casada judicialmente com o pai de seus filhos.

A polícia interrogou Phillips, após receber denúncia que o carro dele estava na frente da casa da mulher, mas não foram encontradas provas concretas que ele teria quebrado o isolamento com ela.

Um representante de Peter disse que ele viajou a trabalho para resolver negócios de sua empresa de testes rápidos da Covid-19, XL Medical.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade