Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Meghan e Harry compram mansão na Califórnia em busca de privacidade

Segundo tabloide, os duques de Sussex teriam escolhido a residência em uma localização onde esperam que Archie "possa ter uma vida mais normal o possível"

Por Da Redação - Atualizado em 16 set 2020, 14h59 - Publicado em 13 ago 2020, 15h00

Meghan Marklepríncipe Harry compraram uma mansão em Santa Bárbara, na Califórnia, cidade litorânea próxima a Los Angeles, cidade natal da duquesa de Sussex. De acordo com o tabloide Daily Mail, a propriedade, que pertencia ao magnata russo Sergey Grishin, foi adquirida no valor de 14,7 milhões de dólares (cerca de 80 milhões de reais).

Segundo uma fonte anônima do veículo Page Six, a nova residência, que fica no mesmo bairro onde vivem Oprah Winfrey e Ellen DeGeneres, é o local onde “querem criar Archie, onde esperam que ele possa ter uma vida mais normal o possível”, já que se trata de uma localização com bastante privacidade.

A publicação do Daily Mail ainda diz que a nova mansão do casal contém uma lista longa de luxos, como livraria, escritório, spa, sauna, piscina, quadra de tênis, sala de jogos, teatro, garagem para cinco carros e uma sala de ginástica com barra para pole dance. Além disso, a propriedade ostenta uma grande área verde, nove quartos e 16 banheiros.

Mansão de Meghan Markle e príncipe Harry, localizada em Santa Bárbara, na Califórnia Imobiliária Sotheby's International Realty/Divulgação

Os duques de Sussex se mudaram para a Califórnia após anunciarem, em janeiro, que deixariam a vida de realeza e “trabalhariam para serem independentes financeiramente”. Além disso, outra provável motivação para o afastamento é a proteção que Harry deseja dar à Meghan, que, desde o início de o relacionamento do casal, vem sofrendo ataques da mídia e de membros da Família Real.

Todas essas questões, inclusive, podem ser lidas na biografia do casal, Finding Freedom (Encontrando Liberdade, em tradução livre), dos autores Carolyn Durand e Omid Scobie.

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade
Publicidade