Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

18 revelações da biografia de Meghan e Harry

Escrito a partir de relatos de amigos e pessoas próximas, "Finding Freedom" traça um panorama da vida do casal

Por Da Redação - Atualizado em 16 set 2020, 15h04 - Publicado em 11 ago 2020, 19h19

Finding Freedom mal chegou às livrarias e já está dando o que falar. Isto porque o livro, que traça um panorama do relacionamento de Meghan Markle com o príncipe Harry, parece não ter poupado a mão nos detalhes da vida dos Sussex. Sem contar com a colaboração direta do casal, os autores Carolyn Durand e Omid Scobie entrevistaram dezenas de conhecidos, amigos próximos e até assessores do Palácio de Buckingham para montar a obra.

O resultado de toda a apuração foi compilado nas 363 páginas do livro, que pode ser adquirido aqui*. A seguir, reunimos algumas das maiores revelações presentes na obra, para você matar a curiosidade de saber mais detalhes sobre a vida “novelesca” do casal real (e de outros membros da realeza).

O começo de tudo

Segundo as informações coletadas por Durand e Scobie, o primeiro encontro de Meghan e Harry aconteceu em um restaurante no bairro do Soho, em Londres. Os dois teriam tomado alguns drinks e conversado por quase três horas antes de cada um seguir seu rumo.

Apesar de nenhum beijo sequer ter acontecido naquela noite, os dois imediatamente se sentiram bastante conectados. “Foi como se Harry estivesse em transe”, disse um amigo ao escritores.

Não surpreende então o fato de que, já na noite seguinte, o príncipe e a até então atriz decidiram repetir a dose, voltando ao mesmo local para um segundo encontro. Ainda de acordo com o amigo, eles entraram no restaurante pela entrada de funcionários e foram atendidos por um único membro da equipe, por questões de privacidade.

O Instagram secreto

Alguns dias após o primeiro encontro, Meghan passou a seguir uma conta misteriosa no Instagram. Chamado @SpikeyMau5, o perfil seria a conta secreta de Harry, com um username que combinava seu apelido, Spike, com Deadmau5, nome de um de seus DJs favoritos.

O primeiro “Eu te amo”

O casal já estava há três meses em um relacionamento baseado em encontros secretos e viagens entre Toronto, onde Meghan vivia, e Londres, quando Harry disse que a amava. Ela, claro, imediatamente retribuiu com um “Eu também te amo.”

O polêmico colar

Ainda no começo da relação, Meghan foi fotografada usando uma corrente de ouro com as inciais H e M. O meigo acessório, porém, não agradou os assessores reais, que informaram a atriz que usar aquele tipo de joia servia apenas para encorajar fotógrafos a continuarem a perseguindo em busca de cliques semelhtantes.

O cunhado

Jeff Spicer/Getty Images

Conta o livro que Meghan estava receosa de não causar uma boa impressão quando fosse conhecer o príncipe William. Tudo indica que o encontro entre os dois, porém, fluiu muito bem. O primogênito de Charles e Diana chegou, inclusive, a dizer que “estava ansioso para conhecer a garota que colocou aquele sorriso bobo no rosto do meu irmão.”

A declaração controversa

Na rara declaração pessoal em que confirmou o relacionamento com Meghan, Harry aproveitou para criticar os ataques racistas e sexistas que ela estava sofrendo desde a revelação de que estavam juntos. A divulgação do comunicado foi simultânea a um compromisso oficial do príncipe Charles em Bahrein e acabou ofuscando a viagem deste ao Oriente Médio.

A cunhada

A primeira vez que Meghan e Kate Middleton se encontraram foi em uma visita à Kensington. Dada a natureza reservada de Kate, que mantém um grupo restrito de amigos, as duas não se tornaram melhores amigas de cara (ao contrário, não faltaram rumores de que elas não se bicavam).

Porém com o passar do tempo, por causa da afeição de Meghan pela princesa Charlotte e um empurrãozinho extra em forma de um caderno Smythson de couro macio com que Meghan presenteou Kate, as duquesas aos poucos começaram a se aproximar.

Clive Mason/Getty Images/Getty Images

A outra desavença

O laço fraterno que une os dois príncipes também não foi os blindou de terem seus conflitos. William teria advertido o irmão sobre estar indo muito depressa no relacionamento com Meghan. “Não sinta que precisa se apressar”, ele teria dito, segundo fontes do livro. “Leve o tempo que precisar para conhecer essa garota.”

O conselho não foi muito bem recebido pelo caçula, o que, para as fontes, é um bom exemplo das personalidades dos dois. “Isso os resume totalmente como pessoas – William, o calmo e racional, e Harry, que não consegue evitar levar as coisas muito para o lado pessoal.”

“Harry estava chateado”, disse outra fonte. “Irritado que seu irmão perguntasse tal coisa. Alguns achavam que era uma reação exagerada. Mas então, isso os resume totalmente como pessoas – William o calmo e racional, e Harry, que não pode evitar, mas leva as coisas longe demais pessoalmente.”

O casamento de Pippa Middleton

Originalmente, Harry e Meghan planejavam comparecer juntos ao casamento da irmã mais nova de Kate, em 2017. A atriz havia até escolhido uma roupa e um chapéu especialmente para ocasião, mas os planos foram cancelados após um tabloide publicar uma matéria comparando os corpos das duas. Assim, Meghan preferiu não ir à cerimônia, marcando presença apenas na festa.

O jogo do Invictus

Chris Jackson/Getty Images

A primeira vez que Meghan e Harry apareceram em público juntos foi em setembro de 2017, durante a competição esportiva paraolímpica Invictus Games. Na ocasião, já fazia mais de um ano que os dois namoravam e, segundo o livro, já estavam secretamente noivos.

A primeira dança

A música escolhida pelo casal para sua primeira dança como recém-casados foi I’m in Love, de Wilson Pickett. Entre outros sucessos que embalaram os pombinhos e os convidados da festa estão My Girl, dos The Temptations e uma seleção com as favoritas de Stevie Wonder.

O pet

Poucos meses após o casório, Meghan e Harry adotaram uma labrador da cor preta cujo nome permaneceu um segredo por muito tempo. De acordo com Durand e Scobie, o pet se chama Pula, em homenagem à moeda de Botswana, país que o casal visitou logo no começo do namoro. Em Setswana, língua oficial do local, Pula significa chuva. E por chuva ser um fenômeno raro na região, o nome também simboliza uma bênção valiosa.

Continua após a publicidade

O retrato de família

View this post on Instagram

Happy Birthday to Prince Louis, who turns one today. 🎉 This photograph was taken to mark The Prince of Wales’s 70th birthday last year. 📷 @chrisjacksongetty

A post shared by Clarence House (@clarencehouse) on

No 70º aniversário do príncipe Charles, em 2018, a Família Real publicou alguns retratos do príncipe com a esposa, os filhos, as noras e os netos. A fotografia no melhor estilo “família de comercial de margarina”, contudo, não foi das mais fáceis de ser feita.

Uma passagem de Finding Freedom revela que William e Harry não estavam tão dispostos a se reunir para a sessão de fotos. “Os meninos podem ter uma relação inconstante com o pai”, declarou uma fonte, classificando o processo de organização das fotos como um “absoluto pesadelo”.

O parto

Durante toda a gravidez de Meghan, não faltaram rumores sobre absolutamente tudo que envolvia a gestação. Na reta final, as especulações envolviam desde o nome do bebê a quem seriam os padrinhos, passando também pelo local onde ela daria à luz.

Uma fonte contou aos escritores que, inicialmente, a duquesa chegou a cogitar a possibilidade de um parto em casa. “Certamente foi algo discutido no início, mas Meg soube que seria um parto hospitalar em alguns meses. Tudo que importava era ter o bebê da maneira mais segura possível. Ela ficava cada vez mais nervosa conforme a data do parto se aproximava, então eu diria que, de certa forma, foi um alívio para ela fazer isso em um hospital tradicional.”

O nome

View this post on Instagram

The Duke and Duchess of Sussex are pleased to announce they have named their first born child: Archie Harrison Mountbatten-Windsor This afternoon Their Royal Highnesses introduced Her Majesty The Queen to her eighth great-grandchild at Windsor Castle. The Duke of Edinburgh and The Duchess’ mother were also present for this special occasion. Photo credit: Chris Allerton ©️SussexRoyal

A post shared by The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) on

Como dito acima, o nome do bebê real foi motivo de grande especulação, ao ponto de ter até quem apostasse em qual seria a escolha dos Sussex. O livro conta que a decisão de nomear o pequeno como Archie foi tomada muito antes de seu nascimento, mas mantida em segredo até que ele viesse ao mundo.

Segredo inclusive para a rainha Elizabeth, que só soube depois que Archie nasceu. Para o público, então, a espera durou outros dois dias, isso porque o casal queria contar à monarca antes que o resto do mundo descobrisse.

A enfermeira

Logo após o nascimento de Archie, Meghan e Harry contrataram uma enfermeira para cuidar do recém-nascido durante a noite. Mas a mulher foi despedida na segunda noite de trabalho, por ser “anti-profissional e irresponsável”. Além disso, nenhum dos dois se sentia confortável para dormir a noite inteira sem verificar o filho regularmente. Assim, o casal optou por ficarem totalmente responsáveis pelos cuidados noturnos e contratar uma babá para o dia.

A saída

É indicado no livro que o Palácio de Buckingham não estava inteiramente a par dos detalhes do afastamento dos Sussex de seus compromissos como membros da realeza. Pegos de surpresa, os assessores do Palácio precisaram abandonar uma declaração que já estava pronta e escrever um novo comunicado em quinze minutos, logo após Meghan e Harry terem divulgado o seu.

A decepção

Parece que Harry não aceitou muito bem o fato de ter sido destituído de  suas nomeações militares honorárias após o rompimento. O abalo emocional do príncipe magoou também a própria Meghan. Ela teria confidenciado a uma amiga que achava a decisão desnecessária.

“Não se trata apenas de tirar algo dele; é também toda a comunidade militar veterana. Você pode ver o quanto ele é importante para eles também. Então por que? Infelizmente, os poderes [da instituição] são maiores que eu”, ela teria dito.

*Esta matéria pode gerar um tipo de comissão por alguns dos links comerciais divulgados. Os valores informados e o estoque disponível se referem ao momento da publicação desta matéria. CLAUDIA não se responsabiliza pela mudança de preços.

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade
Publicidade