Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Mariana Goldfarb: “Muita coisa ruim aconteceu por eu não saber me impor”

A comunicadora fala sobre separação, transtorno alimentar e autocuidado em entrevista exclusiva

Por Lorraine Moreira
Atualizado em 20 nov 2023, 09h55 - Publicado em 20 nov 2023, 08h00

Tranquila, sorridente e com muito a dizer: foi assim que Mariana Goldfarb apareceu para a entrevista com a CLAUDIA. Nascida no Rio de Janeiro, ela decidiu conquistar sua independência aos 17 anos, quando foi descoberta por um olheiro e encontrou seu caminho na moda. Anos mais tarde, compreendeu seu papel na comunicação e, agora, lança a segunda temporada do seu podcast C/Alma, falando sobre relacionamentos.

Apresentadora, modelo, influenciadora, podcaster. Mariana envolve cada uma dessas frentes, sem esquecer do autoconhecimento. Guiada pela intuição, ela confia nos processos da vida e acredita estar em sua melhor fase. “Nada é perfeito, existem altos e baixos, mas esse é o momento mais feliz da minha vida.”

Nem sempre, porém, foi assim – a famosa teve transtorno alimentar. “Eu publicava imagens estando doente e as pessoas elogiavam. Aquilo me estimulava a continuar na anorexia.” A percepção de que estava influenciando outras mulheres a fez perceber o problema. “Quando os seguidores diziam invejar aquele corpo, que estava doente, pensei ‘estou fazendo um desserviço’.” Mas foi só depois de passa mal que ela parou. “Olhei no espelho e disse ‘chega’.”

Decisão tomada, fez terapia, consultou-se com psiquiatras e mudou seus hábitos alimentares. “É um processo muito árduo, muito longo”, diz ela, que aconselha procurar bons profissionais para quem está nessa situação. “Precisei me questionar quais buracos eu estava tentando tapar. Também refleti sobre o controle que eu buscava naquilo.” Na época, a moradora da Cidade Maravilhosa parou de seguir quem gerava gatilhos nela. “Tomar cuidado com o Instagram é essencial, muito do que se vê ali é uma grande mentira.”

Relacionamentos, estudos e podcast

Dar as caras para falar sobre temas sensíveis, especialmente ligados ao universo feminino, não é das tarefas mais fáceis. Mas o esforço de Mariana vem de um lugar natural, exatamente por reconhecer a importância desses assuntos em sua vida e na daqueles que a acompanham.

Mirando no poder de comunicação, dedica a segunda temporada de C/Alma inteiramente ao debate sobre relacionamentos. “Uma das coisas que mais impactam nossas vidas são os nossos relacionamentos, seja conosco ou com o próximo. Tanto pode nos adoecer, quanto ser algo construtivo.”

Continua após a publicidade

Os episódios são lançados em uma fase nova de sua vida. Ela passou pela separação com Cauã Reymond em abril deste ano. “Como era um relacionamento público, estou aprendendo a separar a Mariana pessoa jurídica da física. Penso em quais temas devem ser debatidos para um crescimento coletivo e quais devem ser resguardados”, explica ela.

Rosto de Mariana Goldfarb
Mariana lança segunda temporada de podcast totalmente focado em relacionamentos (@marianagoldfarb/Instagram)

“Eu uso minhas experiências, mas quando são educativas. Sei que tenho o dever, como influenciadora, de lançar luz para alguns assuntos, mas dou pinceladas do que eu vivo. Quero ajudar as mulheres a despertar, mas também preciso de respeito. Falar sobre o assunto não é vergonha, mas é necessário entender até onde entrar nele.”

O contexto patriarcal deve ser lembrado. “Encontro insegurança, mas também coragem para falar. A nossa sociedade é majoritariamente machista, as mulheres também. Eu, inclusive, tenho comportamentos machistas, mas busco no estudo a ferramenta para me libertar dessas amarras.”

Do outro lado da moeda, há julgamentos direcionados a ela. “A mulher é a primeira a julgar a outra. No início da minha vida pública, haviam muitas barreiras, mas hoje estou me surpreendendo positivamente porque comentários machistas e haters não têm chegado até mim.”

Continua após a publicidade

Da mesma maneira que eu acolho, estou sendo muito acolhida. O público feminino tem feito isso de uma forma muito potente”, comemora ela, sem fugir das responsabilidades que a tarefa exige: “é muito engrandecedor, mas exige muita compromisso. As pessoas escutam e param para refletir sobre o tema”. Não à toa, está sempre instigada a estudar mais, procurar novas vertentes e ouvir outras opiniões. 

Presente e futuro: o lugar que vislumbra

Mariana reconhece a importância do limite. “Já aprendi que não sou cura de ninguém, sou responsável apenas pelo meu crescimento. Primeiro, precisamos cuidar de nós mesmos, depois dos outros, só assim a gente consegue ir adiante. Muita coisa ruim aconteceu comigo porque eu não sabia me impor, não sabia dizer não. Eu era boazinha demais. Então, agora não estou mais interessada em assumir esse papel nem agradar as pessoas. Estou sendo fiel a mim.”

Para o futuro, ela deseja escrever mais e migrar para a televisão, e quer levar ao grande público os temas que já discute nas mídias digitais. Por fim, deixa um conselho: “Temos que falar nossa verdade e sair de situações que nos limitam e nos impedem de crescer. Esqueça a ideia de que relacionamentos infelizes devem ser mantidos a todo custo ou que você precisa casar e ter filhos aos 20 e poucos anos. A vida passa rápido, temos que ter cuidado e olhar com cautela para o que queremos, não para o que os outros querem”. Sem dúvidas, é o que Mariana tem feito.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.