CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Cris Rozeira revela gravidez da esposa

Jogadora compartilhou novidade em seu perfil no Instagram. "Saiba que te amamos incondicionalmente", escreveu

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2020, 10h38 - Publicado em 25 set 2020, 19h33

Visita da cegonha! Cristiane Rozeira, atacante da Seleção Brasileira Feminina de Futebol, anunciou nesta sexta-feira (25) que está a espera de seu primeiro filho com a esposa, a advogada Ana Paula Garcia Silva. A novidade foi compartilhada no Instagram da jogadora, que postou fotos e vídeo do exame de ultrassom, além de uma meiga carta dedicada ao bebê.

Você está sendo esperada (o) e amada (o) desde o momento que estávamos procurando nosso doador”, escreveu Cris. “Deus e nossos amigos de luz estão te preparando e te abençoando para te recebermos aqui na Terra, eles também estão nos cuidando e guiando nessa nova jornada da vida”.

No texto, a jogadora fala do amor incondicional que já sente pelo filho e de como a chegada do neném vem para completar um mundo repleto de amor. “Aqui na Terra você terá dois irmãozinhos de quatro patas e um de penas, aposto que vai amar! Eles serão seus melhores amigos e aposto que serão inseparáveis. Além disso você tem uma família bem maluquinha, mas todos aqui já te esperam e te amam demais”.

Tem um montão de história que vamos te contar, somos mamães incríveis e cheias de conquistas que você ainda vai ouvir muito falar”, continuou a artilheira. “Por hoje é isso, mas ainda não acabou, vamos escrever muito para poder te contar tudo depois. Eu te amo, minha batatinha.”

View this post on Instagram

A post shared by Cristiane Rozeira (@crisrozeira)

Continua após a publicidade

A notícia foi comemorada por colegas da jogadora e outras celebridades. “Que benção. Parabéns, Mamães! Todo saúde e proteção do mundo a essa família linda!”, escreveu a atriz Nanda Costa. Já Debinha, também da Seleção, comentou: “Que notícia maravilhosa. Muito feliz por vocês.”

Cris e Ana Paula se casaram em agosto em Ilhabela, litoral norte de São Paulo. Por causa da pandemia da Covid-19, a cerimônia foi realizada sem convidados.

 

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade

Publicidade