Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

40 anos do casamento de Charles e Diana. Conheça fatos inéditos do evento

Celebrado no dia 29 de julho de 1981, o casamento real ainda tem diversos segredos ocultos que revelaremos. Confira!

Por Da Redação 29 jul 2021, 17h48

Há 40 anos, no dia 29 de julho de 1981, o mundo parava e o Reino Unido celebrava o sagrado matrimônio entre o príncipe Charles e a jovem Diana. Conhecido como o “casamento do século”, o evento real de grande magnitude foi televisionado ao vivo para todo os admiradores da realeza e curiosos.

Ainda que o conto de fadas tenha chegado ao fim em 1992 e a princesa do povo tenha falecido cinco anos depois do divórcio, em 1997, o casamento sem dúvidas fez histórias e ainda guarda alguns aspectos que são desconhecidos pelo público.

Confira uma lista com oito segredos do matrimônio:

1. O vestido icônico precisou de grandes ajustes

LICHFIELD /
|LICHFIELD //Getty Images

Elizabeth Emanuel, a designer responsável pelo vestido de noiva de Lady Di, relatou em entrevista à People que a jovem noiva perdeu uma notável quantia de peso no período entre a primeira prova do vestido e as semanas que antecederam o casamento real.

A mudança drástica em seu físico fez com que fosse necessário fazer alterações bruscas na peça, que é considera até hoje, uma das mais marcantes do século 20.

As alterações não foram vistas com maus olhos pela designer e sua equipe. “A maioria das noivas perde peso. Não ficamos tão preocupados quando ela acabou com uma cintura de 23 polegadas, que antes era de 26 a 27 polegadas”, disse Elizabeth.

No entanto, anos após o casamento, a própria princesa Diana disse no livro Diana: Her True Story – in Her Own Words, escrito por Andrew Morton, que durante a época de seu casamento ela luta vacontra a bulimia. O distúrbio teria sido desencadeado por causa de um comentário de Charles sobre sua cintura e pela insegurança – e desconfiança – da relação “amigável” entre o noivo e Camilla, hoje, a atual duquesa.

“Eu não gostava de mim mesma, tinha vergonha de não poder suportar as pressões”, relatou Diana. “Tive bulimia por vários anos, e isso é como uma doença secreta. É um padrão repetitivo muito destrutivo. Foi o meu mecanismo de fuga”, desabafou.

2. Algo cheirava bem… até demais!

A princesa do povo, na época com 20 anos, caminhou pelo corredor da Catedral exalando – exageradamente – uma de suas fragrâncias favoritas: Quelques Fleurs. Propositalmente? Sim, mas, em sua maior parte, obra de um terrível desastre. 

De acordo com a maquiadora de Diana, Barbara Daly, Lady Di derramou acidentalmente um pouco do líquido em seu vestido enquanto perfumava os pulsos após se vestir. O infortúnio criou uma mancha na peça, a qual a princesa passou a cerimônia toda tentando esconder, fosse passando a mão ou segurando justamente a parte manchada para disfarçar. 

 3. “Façam o seu melhor”

casamento-diana-charles
Foto/Getty Images

Sem dúvidas, o trabalho das daninhas de honra são indispensáveis durante um casamento, agora imagine em um casamento real! India Hicks, a afilhada de Charles, e Sarah Armstrong-Jones, sobrinha de Diana, eram as daminhas na ocasião e responsáveis por manusear a cauda de 25 pés do vestido icônico da princesa. 

“Nós sabíamos o que isso significava: se puxássemos muito, endireitando o material, sua tiara e o véu escorregariam. Mas se não puxássemos o suficiente, o efeito do trem seria perdido”, disse India Hicks para a revista Harper’s Bazaar.

Continua após a publicidade

Diana, como sempre atenciosa e compreensiva, sabia o quão difícil seria o trabalho das duas garotas e, por isso, ao entrar na catedral, assegurou em confortar as meninas dizendo: “Façam o seu melhor.” Reconfortante, não?

4. Dois buquês

Casamento do século
Diana no dia do casamento com príncipe Charles Anwar Hussein/Getty Images

Você sabia que a rainha Elizabeth perdeu o seu buquê de flores durante o seu próprio casamento? Sim, até a vossa majestade foi capaz de cometer essa “gafe”! Após o incidente, a monarca criou uma tradição de fazer dois buquês idênticos para as noivas a fim de evitar novos e maiores desesperos.

A prática explica o porquê Diana tinha dois buquês exatamente iguais preparados para seu casamento, que só chegaram até o palácio real por escolta, como contou o florista David Longman ao Express.

5. Ops, Philip Charles?!

casamento-diana-charles
Foto/Getty Images

Acredite se quiser, a princesa Diana errou o nome de seu noivo durante o pronunciamento de seus votos. Mas atire a primeira pedra aquele que nunca errou o nome de alguém, não é mesmo?

O equívoco foi cometido por causa do notável nervosismo da princesa, que, em vez de se referir ao príncipe como “Charles Philip”, inverteu os nomes e o chamou “Philip Charles”. Mas, tendo em vista que Charles tem quatro nomes diferentes – Príncipe Charles Philip Arthur George – o deslize é totalmente aceitável, ainda mais em um momento de tanto nervosismo. 

6. Amuleto da sorte

princesa-diana-vestido-noiva
ROYAL COLLECTION TRUST/Reprodução

Embora não fosse visível, no dia de seu casamento, Diana carregava consigo um amuleto da sorte. O acessório de ouro 18 quilates, que apresentava formato de ferradura e era cravejado com diamantes brancos, estava preso ao seu vestido, considerado “a realização de sua fantasia de princesa”, conforme escreveu a biógrafa Tina Brown à Vanity Fair.

“Ela insistia em sua demanda por suas mangas bufantes e seda flutuante, sua cauda de tafetá de sete metros, sua cintura estreitada e sua renda antiga bordada com pérolas e lantejoulas”, afirmou a biógrafa.

7. Pronta para imprevistos

Charles e Diana
Anwar Hussein/Getty Images

Elizabeth Emanuel aparece mais uma vez na lista de segredos deste marcante casamento real. A estilista, que considerou a possibilidade do mau tempo atrapalhar o evento, produziu uma sombrinha para ser usada por Diana com os mesmos elementos marcantes do vestido: renda, pérolas e lantejoulas bordadas à mão.

A boa notícia é que no grande dia o céu estava claro e não houve ameaça de chuva, o que foi um alívio para Elizabeth. “[A sombrinha] era feita de um material tão leve que certamente não era à prova d’água”, opinou a estilista ao Daily Mail . “Não teria feito muito bem a ela!”

8. Presença em terreno inimigo

PKT 458 - 91051 LP3D PRINCE OF WALES - GIRLFRIENDS (CAMILLA PARKER-BOWLES) 13th FEBRUARY 1975 CHARLES AND CAMILLA (LEFT) LEAVE THEATRE NOTE: ANDREW PARKER BOWLES BEHIND CHARLES. A night out in the West End for Prince Charles and a laughing friend. The girl sharing the back seat of Prince Charles car last night is Lord Ashcombe's niece, Mrs Camilla Parker-Bowles, wife of Charles polo-playing friend, Major Andrew Parker-Bowles. Last week the Prince was godfather to their first child. They went to see 'Deja Revue', starring Sheila Hancock, and George Cole. The Prince, taking a night off from the Navy, laughed a lot - especially during a saucy scene in which actress Anna Dawson strips down to stockings suspenders.
Pinterest/Reprodução

Como é de conhecimento comum, antes de se casar com Diana, o príncipe Charles teve um affair com Camilla Parker Bowles, que hoje, após a separação e morte de Diana, é atual esposa do sucessor ao trono. Acreditem se quiser, apesar do passado existente entre os dois, Camilla estava presente no casamento real!

Ainda que enigmático, aponta-se que a sua presença se deu, pois na época ela era casada com Andrew Parker Bowles, o comandante do Regimento Montado de Cavalaria Doméstica, que por sua posição e relevância para a Família Real, era um dos convidados. A presença dela de fato teria sido incômoda de alguma forma para Charles, despertando sentimentos antigos.

De acordo com o livro biográfico de Charles, Prince Charles: The Passions and Paradoxes of an Improbable Life, o príncipe se sentiu pressionado a se casar com Diana, pois sentia que amava Camilla, na época já casada com outro homem. O motivo teria até mesmo o levado aos prantos na noite anterior ao seu casamento.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade