Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Compaixão e gentileza são transmitidas em livro infantil de Dalai Lama

"A Semente da Compaixão", autobiografia do líder espiritual, mostra os valores que ele aprendeu durante a vida e são tão necessários ainda no mundo atual

Por Da Redação - Atualizado em 16 jul 2020, 21h05 - Publicado em 16 jul 2020, 20h57

Considerado a reencarnação do bodisatva da compaixão, que, segundo o budismo, é um ser iluminado e também um dos estados sublimes para os seres humanos atingirem em vida, o 14º Dalai-Lama terá sua história contada por meio de sua essência: a simplicidade.

Pela primeira vez, o vencedor do Prêmio Nobel da Paz escreve um livro para o público infantil. A Semente da Compaixão (Edipro), sua autobiografia, apresenta momentos da infância do líder espiritual em uma pequena vila no Tibete, na China, e valores que aprendeu com sua mãe, como o cultivo do amor interno e com o próximo, que foram desenvolvidos ao longo da sua vida.

Reprodução/Divulgação

Por conta da revolta tibetana em 1959, quando a região lutava para ter autonomia domínio chinês, Dalai-Lama buscou abrigo na Índia, local que vive até hoje e o aproximou ainda mais dos ensinamentos de Mahatma Gandhi. Atualmente, o tibetano é considerado o herdeiro da filosofia de não violência de líder pacifista indiano.

De forma leve e verdadeira, as crianças vão poder se aproximar de valores como compaixão, sabedoria, respeito, gentileza e tolerância por meio da trajetória de Dalai-Lama. Confira um trecho extraído do livro, que já está à venda e conta com ilustrações da vietnamita Bao Luu:

Continua após a publicidade

“Assim, ao demonstrar como praticar a compaixão, ela cuidou da semente da sua lição mais importante. Ela me mostrou, durante a minha infância, que era possível tratar todas as pessoas com generosidade e ajudar a aliviar o sofrimento delas. Como uma árvore que nunca se esquece da semente de onde brotou, eu costumo voltar à semente da compaixão que minha mãe plantou em mim e que tenho carregado comigo – seja como uma criança em um lar, como um jovem monge em treinamento ou hoje, disseminando a mensagem de compaixão pelo mundo inteiro”.

Conversando sobre notícias ruins com as crianças

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade