Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Guia do protetor solar: tudo o que você precisa saber

Dermatologista mostra quais cuidados você precisa ter durante o verão para cuidar da sua saúde e evitar o envelhecimento precoce

Por Paula Jacob
Atualizado em 17 abr 2023, 16h51 - Publicado em 23 out 2022, 08h32

Com a chegada do verão, das altas temperaturas e, se a previsão do tempo permitir, daquele solzinho gostoso, perfeito para curtir o final de ano, chegam também as preocupações de saúde. Todo mundo já esqueceu de reaplicar o protetor solar e ficou com a pele queimada, descascando. Ou então ignorou as indicações do rótulo do bronzeador e usou o produto sem o amiguinho com o FPS necessário.

Mas isso não pode ser uma regra (e nem uma exceção, hein?!). Por isso, pedimos ajuda da dermatologista Marcella Alves, especialista em rejuvenescimento tridimensional da face, da Clínica Les Peaux, para criarmos um verdadeiro dossiê de proteção solar e tudo o que você precisa saber (e fazer) para cuidar da pele do corpo e do rosto e evitar quaisquer consequências negativas para a sua saúde. Prepare seu nécessaire:

Piores consequências da queimadura da pele pelo sol

A queimadura de sol acontece a partir de um processo inflamatório forte, podendo levar ao surgimento de ressecamento e bolhas na pele. Além das marcas causadas por esse tipo de queimadura não serem nada bonitas, o problema maior não é o estético. Danos maiores como o surgimento de rugas e o aumento das chances de desenvolver cânceres de pele podem advir dessa exposição excessiva e sem proteção adequada. O pico da queimadura solar ocorre no período de três dias. Quando as pessoas sofrem uma descamação e em decorrência podem surgir manchas castanhas permanentes, que também são chamadas de lentiginas.

Erros na proteção solar

Usar fotoprotetor não adequado ao seu fototipo (pele clara, clara com sardas, clara e cabelo castanho, pele negra…); não reaplicar o protetor por longo períodos; passar só no rosto e negligenciar o corpo, esquecendo, inclusive, de proteger costas, axilas, pescoço, orelhas, nuca, cotovelos e pés; não passar protetor quando está nublado (o filtro solar deve ser usado diariamente, faça chuva ou faça sol!); não passar protetor porque está embaixo do guarda-sol (o sol na areia ou perto de água queima ainda mais por ter o efeito dos reflexo da luz); não proteger o couro cabeludo; e usar o mesmo produto no rosto e no corpo; usar o mesmo protetor solar por alguns verões, isto é, produtos fora de validade.

Continua após a publicidade

Como aplicar o protetor solar no dia a dia ou na praia?

No dia a dia, ainda mais no verão, é importante proteger principalmente as áreas que ficam mais expostas como as mãos, colo e pescoço; além do rosto. Já quando a exposição for maior, como quando vamos à praia ou à piscina, o protetor solar deve ser aplicado pelo menos 15 minutos antes da exposição solar e o produto deve ser reaplicado a cada duas horas quando estiver muito exposto. É necessário também aplicar a quantidade certa para garantir a eficácia do produto utilizado.

O FPS precisa ser o mesmo para corpo e rosto? Ou no rosto precisa ser um de maior cobertura? 

Não é que precisa ser de maior cobertura no rosto, é que o rosto, pescoço e colo são áreas que estão constantemente expostas no dia a dia, além de ser uma pele mais delicada. Por receber maior incidência de luz e ter como consequência o indesejável envelhecimento e rugas que acompanham, o protetor do rosto tende a ter melhor e maior cobertura que o do resto do corpo.

Muita gente acha que a pele negra não precisa de proteção solar ou de baixo FPS. Por que isso não é verdade?

Pois é. Muita gente pensa assim e é  o contrário. Justamente pela maior quantidade de melanina (composto responsável pela pigmentação), o que confere uma fotoproteção natural de 13.4, a pele negra acaba manchando com mais facilidade, precisando sim de proteção solar.

Continua após a publicidade

Na hora de usar o bronzeador, é preciso aplicar proteção solar

A maneira correta de usar bronzeador e protetor solar é combinar o seu produto preferido para bronze com o FPS igual ou acima de 30. Desta forma, além da sua pele adquirir um tom dourado você vai bloquear os raios nocivos do sol. O protetor solar não vai impedir que você conquiste o seu bronze.

E os cuidados do pós sol: o que fazer para manter a pele saudável? 

É essencial ter alguns cuidados depois de tomar sol para a pele não ficar ressecada ou queimada. Para isso, além do hábito de beber diariamente pelo menos dois litros de água, sempre recomendo às minhas pacientes que usem na pele do corpo e rosto cremes pós sol, quanto mais intensa a hidratação da pele após a exposição solar, mais uniforme, duradouro e bonito será o bronzeado. Isso porque a hidratação promove a renovação celular sem que ocorra a descamação decorrente do ressecamento.

Dossiê proteção solar: tudo o que você precisa saber para cuidar da pele.
(Mikhail Nilov/Pexels)

Em caso de queimaduras, como proceder?

A primeira dica é talvez a mais importante em todo o processo de cuidar de uma queimadura solar e consiste em esfriar bem a pele. Para isso, deve-se tomar um banho com água fria, deixando a água correr no local afetado por 5 a 10 minutos, para garantir que todas as camadas da pele esfriem e deixem de queimar.

Após esfriar a queimadura é normal que o desconforto se mantenha; por isso, uma forma de aliviar e manter a queimadura fria consiste em aplicar compressas frias com chá de camomila, que possui propriedades calmantes e cicatrizantes ajudando a reparar a pele. No entanto, qualquer tipo de compressa fria vai ajudar bastante a combater o desconforto.

Os produtos de higiene, como o sabão e o sabonete, podem agredir a pele, favorecendo seu ressecamento e, por isso, o mais indicado é tomar um banho somente com água, pelo menos no local afetado, e sem esfregar a pele. Na hora de secar, também não é recomendado usar a toalha no local da queimadura, deixando-se secar ao ar livre.

Continua após a publicidade

E, por fim, hidratar bem a pele todos os dias, logo após o banho e várias vezes ao dia, aplicando um bom creme hidratante para combater o ressecamento da pele afetada. Também podem ser usados cremes hidratantes e calmantes à base de plantas medicinais, como babosa, pois isso vai acalmar ainda mais a pele, diminuindo o desconforto. Para hidratar a pele de dentro para fora, é também recomendado beber, pelo menos, 1 litro de água por dia.

Existe algum cuidado na alimentação que pode auxiliar na questão da proteção ou saúde da pele nos dias mais quentes?

O abacate é rico em gorduras boas, vitaminas C e E, essenciais para manter a pele flexível e hidratada. Além disso, a vitamina C presente no abacate tem ação antioxidante e age combatendo os radicais livres que causam envelhecimento da pele.

O salmão também é outro importante aliado, rico em ômega-3, especialmente o DHA, que é um tipo de gordura boa e que faz parte da membrana das células da pele, responsável por manter a pele macia, hidratada, flexível e sem rugas.

Continua após a publicidade

Para quem tem tatuagem, cicatrizes ou outra questão delicada na pele, é indicado tomar sol?

No caso das tatuagens, deve-se evitar a exposição ao sol por pelo menos um mês após a tê-la realizado, já que a tatuagem é um ferimento, uma lesão na pele, a cicatrização superficial (casca) leva uma semana pra cair. Depois desse período, pode tomar sol com bloqueador solar (FPS 50 ou superior).

Sobre as cicatrizes, no caso de serem muito grandes, a área afetada não consegue eliminar o calor através do suor, comprometendo a temperatura corporal. No caso de pequenas cicatrizes, o único cuidado é evitar tomar sol enquanto a cor da lesão não tiver adquirido a tonalidade normal da pele, após esse período deve-se sempre usar filtro solar com amplo espectro de proteção.

Na prática de esportes no verão, as pessoas devem se proteger? 

Certamente que sim! Para proteger a pele durante a prática esportiva ao ar livre, recomenda-se utilizar sempre filtro solar com fator no mínimo 30 e, de preferência, com proteção UVB e UVA. Deve-se reaplicar o produto a cada 2 ou 3 horas; e quando o esporte for aquático a reposição deve ser feita sempre que sair da água. Em ambos os casos, vale também abusar da proteção física, com uso de chapéu, boné, camiseta e óculos. Hoje em dia existem todos esses produtos com proteção UV também.

Continua após a publicidade

Além do rosto e do corpo, a região dos olhos, boca e orelhas também fica sensibilizada nessa época do ano, principalmente com a exposição ao sol. Como cuidar corretamente das regiões?

Cada região requer um cuidado especial, porém com o uso de um bom chapéu e óculos escuros de boa lente (além do imprescindível filtro solar), olhos e orelhas estarão protegidos. Para os lábios, existem diversos produtos que garantem proteção adequada, além de hidratá-los profundamente.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.