Robert DeNiro fala contra abuso de poder e elenco de Parasita faz história

SAG Awards 2020 confirma principais favoritos para o Oscar e o Emmy Awards

As estrelas de Hollywood se reuniram na noite de domingo (19) para mais uma premiação, a última antes das maiores de todas, o Oscar (9 de fevereiro) e o Emmys(20 de setembro). Foi a última também que reúne TV e Cinema na mesma noite.

Os vencedores? A essa altura já há pouca supresa, mas Parasita fez história e pela 1ª vez dos 26 anos de premiação um elenco estrangeiro ganha na categoria que equivale a Melhor Filme. Fora essa categoria, que encerrou a noite, foram poucas as surpresas no palco, a melhor foi nos bastidores onde o encontro entre Brad Pitt e Jennifer Aniston foi – finalmente – registrado.

Vale lembrar que, por conta do calendário, tradicionalmente o SAG antecipa o Oscar, mas apenas confirma o Emmy do ano anterior.

Esse ano parece não ter sido diferente.

O vencedor de Melhor Ator esse ano foi Tony Shalhoub por The Marvelous Mrs Meisel, da Amazon. Shalhoub é um ator respeitadíssimo, mais lembrado por alguns como Monk e na última temporada de Mrs Meisel ganhou mais destaque na trama. Vencer o SAG Award é um forte indicativo para o Emmy, mas essa categoria anda variando muito entre os vencedores, nem tanto os indicados. Bill Hader, por Barry, já levou antes. Os dois devem ser indicados novamente esse ano para o Emmy Awards.

Como esperado, e merecido, Phoebe Waller Bridge ganhou Melhor Atriz por Fleabag. Ela já tem o Emmy, então o SAG reforçou a vitória do ano passado.  A mesma ‘regra’ se aplica para Peter Dinklage. A estrela de Game of Thrones levou o Emmy e o SAG foi uma reafirmação desse prêmio. Com o fim das séries (Fleabag e Game of Thrones já não são mais produzidas) eles não serão mais indicados para outros prêmios.

Michele Williams (vencedora do Emmy 2019) voltou a subir ao palco como Melhor Atriz por Fosse/Verdon. Dessa vez, seu co-estrela, Sam Rockwell também levou como Melhor Ator.  The Crown, da Netflix, favorito entre críticos e público, levou o SAG de Elenco Série Drama, The Marvelous Mrs. Meisel, da Amazon foi vencedora na categoria Elenco Série Comédia. E, confirmando seu favoritismo para o Emmy, Jennifer Aniston (curiosamente de branco em vez de seu tradicional preto) levou de Melhor Atriz Drama por The Morning Show, da Apple TV.

Jennifer Aniston venceu Melhor Atriz Drama por The Morning Show

Jennifer Aniston venceu Melhor Atriz Drama por The Morning Show (Kevork Djansezian/Getty Images for Turner/Getty Images)

A vitória de Aniston em um dos grandes investimentos da Apple TV solidifica a realidade, não mais tendência, de que os três distribuidores de streaming mundial – Netflix, Amazon e Apple – já estão lado a lado com a TV Paga com prestígio, estrelas e prêmios.

Quando vamos para os vencedores de filme, há poucas (nenhuma, a essa altura) surpresas.

Laura Dern, que não perdeu nenhum troféu até agora, foi a escolhida por Atriz Coadjuvante em História de um Casamento, da Netflix. Dern, filha de duas estrelas (Bruce Dern e Dianne Ladd), agradeceu aos pais e pôde abraçar ao pai, que estava na mesa com Quentin Tarantino por Era Uma Vez em Holywood. “Estou emocionada porque pude abraçar meu pai”, ela disse.

Laura Dern é a franco favorita para o Oscar de Melhor Atriz. Ela venceu o SAG Awards no domingo (19)

A categoria de Ator Coadjuvante também parece assegurada para Brad Pitt.

 (Kevork Djansezian/Getty Images for Turner/Getty Images)

“Sejamos honestos, foi um papel muito difícil: o cara fica doidão, fica sem camisa e não se dá bem com sua esposa. Foi muito distante da realidade. Muito”, ele brincou, podendo ter aludido ao divórcio de Angelina Jolie, mas a câmera foi direto para outra ex, Jennifer Aniston, que estava rindo.

Minutos depois que deixou o palco foi a vez de Aniston ganhar. Nos bastidores o reencontro do ex-casal causou furor nas redes sociais…

Brad Pitt e Jennifer Aniston não eram fotografados juntos desde 2003, quando se divorciaram

Brad Pitt e Jennifer Aniston não eram fotografados juntos desde 2003, quando se divorciaram (Vivien Killilea/Getty Images for SAG-AFTRA/Getty Images)

Nas categorias de Melhor Ator e Melhor Atriz, há pouquíssima chance de não repetir todas as premiações até o momento. Sem exceção.

Joaquin Phoenix fez seu melhor discurso da temporada até o momento. Ele agradeceu a cada um de seus concorrentes com muito carinho, em especial o amigo Leonardo DiCaprio, com quem fez piada por concorrerem pelos mesmos papéis desde crianças e, no momento mais emocionante, dedicou sua vitória a Heath Ledger, que há alguns anos venceu o SAG Awards e o Oscar, postumamente, por também interpretar o Coringa. “Estou aqui apoiado nos ombros do meu ator preferido, Heath Ledger. Então obrigado”, disse Phoenix.

“Estou aqui apoiado nos ombros do meu ator preferido, Heath Ledger. Então obrigado”, disse Phoenix

“Estou aqui apoiado nos ombros do meu ator preferido, Heath Ledger. Então obrigado”, disse Phoenix (Kevork Djansezian/Getty Images for Turner/Getty Images)

Renée Zellweger também era a vitória mais esperada da noite. Assim como fez quando ganhou o primeiro Oscar, ela agradeceu nominalmente a Tom Cruise, com quem contracenou em seu primeiro sucesso, Jerry Maguire. Tom Cruise, porseu exemplo de profissionalismo, excelência, generosidade e bondade incondicional”, ela disse antes de homenagear Judy Garland. “Judy Garland, 50 anos depois, sua comunidade está pensando em você hoje à noite. Isso é para você, encerrou.

“Judy Garland, 50 depois de sua morte. Isso é para você“. Renée Zellweger homenageia Judy Garland

“Judy Garland, 50 depois de sua morte. Isso é para você“. Renée Zellweger homenageia Judy Garland (Kevork Djansezian/Getty Images for Turner/Getty Images)

O ator Robert DeNiro foi o homenageado da noite com um prêmio pelo conjunto de sua carreira. Ele não perdeu a oportunidade para fazer um registro contra o Governo Trump.

“Existe o certo e existe o errado e existe o senso comum e o abuso de poder. Como cidadão tenho o direito de opinar”, DeNiro disse ao receber a homenagem.

“Sei que alguns de vocês estão dizendo “ah não vamos entrar em política”, mas na terrível situação em que nos encontramos é muito preocupante para mim e para muitos outros e tenho algo a dizer”, falou o ator emocionado.”Existe o certo e existe o errado e existe o senso comum e o abuso de poder. Como cidadão tenho o mesmo direito que todos – ator, atleta, músico – todos podem opinar. Eu tenho uma voz mais alta por causa da minha posição e vou suá-la toda vez que eu vir um abuso de poder flagrante”, ele encerrou aplaudido de pé.

Por ser o prêmio do Sindicato dos Atores, o SAG Awards não tem categoria de Melhor Filme ou Melhor Série, mas sim ‘Melhor Elenco”, que seria a categoria de filme. Os atores votaram em Parasita, que vai certamente vencer na categoria de Filme Estrangeiro. Na premiação do Sindicato dos Produtores, o PAG Awards, o grande vencedor da noite foi 1917, de Sam Mendes, hoje o favorito para Oscar. Ainda assim, foi a primeira vez que um elenco estrangeiro vence em um filme que não é falado em inglês.

Foi uma noite interessante.

VENCEDORES:

Melhor elenco de doublés em um filme: Avengers: Endgame
Melhor elenco de doublés em uma série: Game of Thrones
Melhor Ator em Séries de Comédia: Tony Shalhoub, The Marvelous Mrs. Maisel
Melhor Atriz em Séries de Comédia: Phoebe Waller-Bridge por Fleabag
Melhor elenco Série de Comédia: The Marvelous Mrs. Meisel
Melhor Atriz Coadjuvante: Laura Dern, História de um Casamento
Melhor Ator Coadjuvante: Brad Pitt por Era Uma Vez em Hollywood
Melhor Atriz em uma Minissérie: Michelle Williams por Fosse/Verndon
Melhor Ator em uma Minissérie:  Sam Rockwell porFosse/Verndon
Melhor Ator em Séries de Drama: Peter Dinklage por Game of Thrones
Melhor Atriz em Séries de Drama: Jennifer Aniston por The Morning Show
Melhor Elenco em Séries Drama: The Crown
Melhor  Ator:  Phoenix por Coringa
Melhor Atriz: Renée Zellweger por Judy- Muito Além do Arco-Íris
Melhor Elenco em um filme: Parasita