Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

OMS retira transexualidade da lista de doenças mentais

Segundo a Organização Mundial da Saúde, há claras evidências científicas de que não se trata de doença

Por Da Redação Atualizado em 16 set 2019, 11h43 - Publicado em 19 jun 2018, 10h37

A Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a transexualidade da lista de doenças mentais. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (18), na divulgação da 11ª Classificação Internacional de Doenças (CID). Na nova revisão da CID, foi criada a categoria de “saúde sexual” para incluir os cuidados e intervenções de saúde a pessoas transexuais.

A CID orienta e padroniza a classificação de doenças em todo o mundo, é peça fundamental para as estatísticas de saúde e, em muitos países, é também a base para a oferta de tratamentos por planos de saúde.

Leia mais: STF autoriza troca de nome em documentos de transexuais

Outra mudança significativa na nova versão da lista é a inclusão, pela primeira vez, do vício em videogame na lista, como transtorno de comportamento. A mudança havia sido anunciada em janeiro. O transtorno é caracterizado por um padrão que se manifesta pela perda de controle sobre a frequência, intensidade ou a duração dos jogos e pela prioridade aos jogos em detrimento de outras atividades e interesses da vida. As características normalmente são mais evidentes depois de pelo menos 12 meses.

Leia também: Saiba quem é o brasileiro identificado em vídeo hostilizando russa

 

Continua após a publicidade

PODCAST: Educação em sexualidade: como dialogar com crianças e adolescentes

 

Continua após a publicidade

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade