Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Lizzo se pronuncia após acusações de assédio sexual e gordofobia

Cantora é acusada por ex-dançarinos por crimes como intolerância religiosa, cárcere privado e oferecer um ambiente de trabalho hostil

Por Sarah Brito
3 ago 2023, 15h24

Durante esta semana, a cantora Lizzo vem ganhando as capas das principais notícias, após ser acusada formalmente por diversos dançarinos e ex-membros de seu ballet por crimes como gordofobia, assédio sexual, cárcere privado e intolerância religiosa.

Os dançarinos acusam a cantora destas e outras agressões físicas e psicológicas, como ter obrigado um dos denunciantes a tocar no corpo de uma pessoa nua em uma boate em Amsterdã. A cantora também é acusada de proporcionar um ambiente de trabalho hostil, tóxico e exaustivo.

Nesta manhã, Lizzo se pronunciou sobre as acusações e disse que tudo não passa de um grande sensacionalismo por parte de seus ex-funcionários. Entenda melhor o caso a seguir.

A acusação contra Lizzo

As dançarinas Arianna Davis e Crystal Williams entraram com uma ação formal apresentada na última terça-feira (01), na cidade de Los Angeles e, em seguida, deram declarações fortíssimas sobre o caso à CBS.

Segundo as ex-dançarinas de Lizzo, nenhum outro membro da equipe denunciava as agressões cometidas pela cantora por medo. Além dela, a capitã do ballet, Shirlene Quigley, também é acusada de tentar doutrinar os dançarinos, realizando severas críticas sobre suas vidas sexuais, religião e também de expor e zombar da virgindade de uma delas. Na acusação, ela também é citada por  humilhar e criticar os corpos e o peso de outros profissionais, realizando piadas e chacotas.

Dançarida Arianna Davis posando para foto
Arianna Davis, uma das ex-dançarinas de Lizzo relatou ter sido forçada a presenciar shows de sexo durante turnê no Reino Unido (Instagram @aridavis5678/Reprodução)

Em outra parte do processo, é citado que a cantora teria acusado falsamente seus dançarinos de ingerir bebidas alcoólicas durante o expediente, além de comandar testes “torturantes” para os profissionais. Ela também é citada por criticar o corpo e o peso de uma outra dançarina, agredindo-a verbalmente e demitindo-a sem nenhuma causa aparente. A reunião da demissão foi gravada pela própria dançarina.

Continua após a publicidade

Davis e Williams também acusam a cantora de forçá-las a participar de shows de sexo durante a passagem da turnê “Cuz I Love You Too” pelo Reino Unido. Na ação, Davis diz que Lizzo a pressionou mesmo ela não querendo participar por conta de sua religião.

Segundo o advogado das denunciantes, Lizzo estaria indo contra tudo aquilo que apoia em seu trabalho e na mídia, principalmente por ser uma grande figura do body positive e do feminismo no cenário musical atual: “A natureza impressionante com a qual Lizzo e sua equipe de gestão trataram seus artistas parece ir contra tudo o que Lizzo defende publicamente, enquanto no privado ela envergonha seus dançarinos e os rebaixa de maneiras que não são apenas ilegais, mas absolutamente desmoralizantes.” 

A resposta de Lizzo

Durante a manhã desta quinta-feira (03), Lizzo publicou uma declaração em seu Instagram negando as acusações. Ela disse estar passando por alegações “sensacionalistas” e que as demissões foram por motivos de “comportamentos inapropriados”. “Como artista, eu sempre fui apaixonada pelo que faço. Eu levo minha performance e minha música a sério, porque quero fazer arte que represente bem a mim e aos meus fãs. Com esse tipo de paixão vem muito trabalho duro, e padrões altos de excelência. Às vezes, preciso tomar decisões difíceis, mas nunca tenho a intenção de causar desconforto a alguém”, escreveu,

Em outro trecho, ela também fez questão de refutar a acusação de gordofobia: “Não existe nada que eu leve mais a sério do que o respeito que nós merecemos como mulheres neste mundo. Eu sei como é ser julgada pelo seu corpo todos os dias, e em nenhuma circunstância criticaria um funcionário, muito menos o demitiria, por causa do seu peso.”

Lizzo posando para foto
“Eu me sinto machucada por essas acusações, mas não as deixarei ofuscarem o bom trabalho que fiz e continuo fazendo no mundo”, declara Lizzo em uma publicação feita em seu Instagram, após acusações (Instagram @lizzobeeating/Reprodução)

Lizzo finalizou a declaração dizendo o quanto se sente machucada pelas acusações e agradece o apoio dos fãs. “Eu me sinto machucada por essas acusações, mas não as deixarei ofuscarem o bom trabalho que fiz e continuo fazendo no mundo. Eu quero agradecer a todo mundo que entrou em contato comigo oferecendo seu apoio nesse momento difícil”, completou.

Continua após a publicidade

Veja a declaração na íntegra:

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Lizzo (@lizzobeeating)

Sobre Lizzo

Lizzo é uma musicista e cantora de 35 anos, vencedora de diversos Grammys, como Melhor Gravação do Ano, em 2022, por “About Damn Time”. Ela também se tornou grande símbolo na celebração e na inclusão do movimento body positive, que visa fazer com que as pessoas pratiquem a aceitação do próprio corpo.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.