Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Gel pode ser o novo método anticoncepcional para homens

Gel feito da mistura entre progesterona e testosterona pode obter êxito na prevenção da gravidez

Por Da Redação - 30 nov 2018, 16h45

Um gel pode ser o novo método anticoncepcional para homens. O método experimental de controle de natalidade será testado por cientistas nos Estados Unidos. Isso representa um avanço na área dos anticoncepcionais e poderá proporcionar maior igualdade no planejamento familiar.

Realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês), o estudo envolverá 420 casais. O tratamento experimental é feito através da aplicação do gel nas costas e nos ombros, combinando os dois tipos de hormônios para interromper a produção de espermatozoides, mantendo os benefícios da energia e do libido proporcionados pela testosterona. A formulação em gel foi escolhida pois a testosterona é eliminada muito rapidamente do corpo quando ingerida na forma de pílula.

Segundo Diana Blithe, chefe do programa de desenvolvimento de anticoncepcionais do Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humanos dos EUA, em entrevista à Exame, “o gel seria o primeiro método de contracepção controlado pelo usuário e destinado aos homens desde a adoção do preservativo”.

Segundo Blithe, o novo método reduz a produção de espermatozoides, mas os mesmos são recuperados depois que o gel deixa de ser usado, sem causar efeitos colaterais sérios.    

O gel foi obtido da mistura entre progestina e testosterona. Durante os testes, serão examinados o êxito desse composto na prevenção da gravidez. Pessoas que confiam em preservativos têm uma taxa de falha entre 12 e 13%. Já as pílulas anticoncepcionais feitas de hormônio falham em cerca de 7% das vezes.

Continua após a publicidade

Os pesquisadores vão monitorar os homens por 4 a 12 semanas para garantir que a produção de espermatozoide tenha caído o suficiente para evitar a contracepção, e as mulheres, nesse período, deverão usar métodos alternativos de controle de natalidade, por precaução. Depois disso, os casais vão usar somente o gel. Caso os resultados forem positivos, será necessário outro teste antes de o produto receber aprovação.

Ao redor do mundo, milhões de mulheres usam controle de natalidade como uma forma confiável e relativamente conveniente de contracepção. Mas, para quem não pode tomar pílulas ou preferem não fazer isso, o método pode se tornar uma alternativa.

Leia também: Brasileiros conquistam título de maiores consumidores de café no mundo

O chá revelação que terminou em tragédia

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade