Senadora revela comentário de Meghan e apaga mensagem em seguida

Membros da Família Real tendem a se manter neutros, mas parece que a duquesa manteve-se fiel ao ativismo pré-casamento

Na última terça-feira (10), a senadora irlandesa Catherine Noone alegou que Meghan Markle estava satisfeita com os resultados da decisão sobre o aborto na Irlanda, que foi legalizado, informou o jornal The Irish Times.

No tweet, ela dizia: “A Duquesa e eu conversamos sobre o recente resultado do referendo. Ela observou com interesse e ficou contente em ver o resultado”. O encontro aconteceu em uma festa no jardim na residência do embaixador britânico durante o tour que os Duques de Sussex estão fazendo pelo país. O conteúdo do comentário político foi apagado após a polêmica.

Os membros da Família Real normalmente evitam discussões do tipo para permanecerem politicamente neutros, mas em sua primeira turnê oficial no exterior com o príncipe Harry desde o casamento real, tudo indica que Meghan deu sequência ao seu ativismo pelos direitos femininos.

E sua página biográfica no site oficial da realeza, fez questão de incluir que sente orgulho por ser mulher e por ser feminista. Inclusive, relembrou seu papel como defensora da ONU para participação política e liderança das mulheres.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s