Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Kate Middleton está triste com as histórias da biografia de Meghan e Harry

A poucos dias do lançamento da biografia, os ressentimentos ganham fôlego dentro da Família Real

Por Da Redação - 3 ago 2020, 11h37

Como esperado, a imprensa britânica diz que Kate Middleton está arrasada com as poucas informações que já recebeu do livro “Finding Freedom: Harry and Meghan and the Making of a Modern Royal Family (Encontrando liberdade: Harry e Meghan e o surgimento da Família Real moderna, em tradução livre) tem lançamento previsto para o dia 11 de agosto (clique aqui para adquirir o livro na pré-venda). Segundo o biógrafo da princesa Diana, Andrew Morton, Kate estaria abalada com a briga familiar. “Não há dúvida de que a briga entre Harry e William afetaram Kate profundamente. Ela está chateada”, diz ele.

William e Harry, que tinham se reaproximado nos últimos meses, voltaram a se estranhar com os trechos do livro sendo divulgados toda semana. “Eles têm se falado, mas estão tendo conversas duras e difíceis via telefone”, diz uma fonte próxima da Família Real. A última vez que os irmãos estiveram juntos foi em março, sendo que William mal se dirigiu a Harry e Meghan e Kate ignorou os dois completamente.

Pelo que foi divulgado, Meghan Markle teria se ressentido com a distância e frieza de Kate com ela, deixando claro que a duquesa teria apoiado William, que era contra o relacionamento da atriz com Harry. Mesmo com Meghan e Harry negando ter dado entrevistas aos autores, os detalhes de conversas e fatos são muito precisos para que não tenham vindo dos dois ou de pessoas muito próximas. Como a imprensa britânica ressalta, Meghan e Harry negam ter falado, mas não desmentem as notícias. “Eles são rápidos para processar jornais e fotógrafos então se não se pronunciam contra o que tem sido divulgado, podemos assumir que eles não tem problema algum com a narrativa”, diz o jornalista.

Divulgação/Divulgação

Entre os fatos já divulgados estão:

– Harry considerou a oposição de William ao casamento com Meghan uma atitude esnobe do irmão. Segundo o livro, William teria chamado Meghan de “essa moça” e Harry teria considerado a expressão condescendente.

– Meghan se desapontou com Kate por ela não ter se aproximado nem visitado o casal. As duas nunca ficaram amigas e nunca ultrapassaram a frieza e distância educada entre elas, mesmo quando eram vizinhas no Palácio de Kensington. Em um dia, mesmo sabendo que as duas iam para o mesmo endereço fazer compras, Kate fez questão de ir sozinha em outro carro.

– Uma das mágoas de Meghan com a equipe do Palácio é de nunca ter desmentido a história da briga entre ela e Kate, “o duelo das duquesas”, como saía na imprensa.

– Meghan era chamada de “cadela”, “oportunista”, “showgirl” e outros nomes pela equipe, que não confiava nela e dizia que ela “vinha com muita bagagem”.

– Bastou um encontro para Meghan e Harry se apaixonarem. Eles conversaram por três horas e ficaram obcecados um pelo outro.

– As mensagens entre os dois eram repletas de emojis

– Harry foi o primeiro a dizer “eu te amo”

–  O Palácio de Buckingham reclamou quando Meghan, antes mesmo do noivado, usou um cordão com as iniciais “H” e “M”, considerando que ela fez isso para mandar uma mensagem para os fotógrafos. O cordão foi um presente do príncipe.

– Harry inicialmente recusou a oferta da avó, Rainha Elizabeth, de que o afastamento fosse temporário. Depois aceitou a oferta de um ano para repensar no acordo.

– Harry acredita que a “velha guarda” da Família é contra Meghan e faz questão de maltratá-la

Continua após a publicidade

– A assistente da Rainha teria demorado a ajudar Meghan na escolha da tiara, antes do casamento, e isso teria gerado o ruído e desentendimento com a Rainha

– Kate e Meghan se desentenderam sobre a princesa Charlotte usar meia-calça na cerimônia de casamento. Meghan foi contra e ganhou a discussão

Jane Barlow - WPA Pool/Getty Images/Getty Images

– Harry rompeu com um amigo que falou mal de Meghan.

– Nem o príncipe Charles foi avisado antecipadamente de uma nota escrita à mão por Harry condenando o tratamento da imprensa sobre Meghan. Charles estava em viagem oficial e a atitude de Harry mostrou à Família que o príncipe iria colocar sua mulher à frente dos interesses da Instituição.

– Harry tinha uma conta secreta no Instagram. Com o nome “SpikeyMau5” ele e Meghan seguiam um ao outro. A conta foi deletada.

– A viagem de Harry e Meghan a Botswana custou mais de 10 mil reais cada noite.

A biografia também alega que:

– Meghan dava dicas para paparazzi quando trabalhava como atriz, embora depois tenha alegado que não sabe como funciona com a cultura de tabloides

– Harry foi visto pela Família como impulsivo e sensível por se sentir desprotegido

– A popularidade do casal incomodou outros membros da Família Real

– Meghan chorou para os amigos dizendo “Desisti de toda minha vida por essa família e veja onde estamos”

Na semana passada Meghan sofreu uma derrota no processo que está movendo contra os tabloides ingleses. Segundo a Justiça britânica, não houve invasão de privacidade ao divulgar a carta que a duquesa escreveu para o pai, que divulgou o conteúdo. A briga agora segue para que ela não tenha que revelar os nomes das amigas que a defenderam em uma matéria da revista People.

Kate e William estão de férias na Itália. O livro “Finding Freedom: Harry and Meghan and the Making of a Modern Royal Family (Encontrando liberdade: Harry e Meghan e o surgimento da Família Real moderna, em tradução livre)  começa a ser vendido no dia 11 de agosto (clique aqui para adquirir o livro na pré-venda).

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade