CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Homem que entregou arma a Alec Baldwin tem histórico de negligência

Responsável por entregar a arma carregada a Alec Baldwin, Dave Halls já foi denunciado por comportamento irresponsável nos sets e assédio

Por Da Redação 26 out 2021, 14h47

Dave Halls, o diretor assistente do filme Rust, foi demitido da produção do longa Freedom’s Path, em 2019, após um acidente com uma arma que deixou uma pessoa da equipe ferida. A informação foi concedida pela empresa Rocket Soul Studios à rede de TV CNN nesta segunda-feira (25).

De acordo com as informações da investigação policial sobre o acidente no set de Rust, que ocorreu na última quinta-feira (21) e terminou com a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, Dave foi identificado como o homem que entregou o revólver a Alec Baldwin e gritou “arma fria”, termo usado em estúdios cinematográficos para indicar que a arma está segura.

A ação precipitada do diretor assistente também levou ao ferimento a bala de Joel Souza, o diretor do filme.

Em 2019, Dave Halls trabalhava como assistente de direção na produção de Freedom’s Path quando uma arma “disparou inesperadamente’ no set, e fez um membro da equipe de som do filme “se retrair com a explosão”. A produção foi interrompida após o ocorrido.

O profissional de som que foi atingido passou pela avaliação de um médico no set, foi encaminhado para um tratamento médico e pode retornar à produção alguns dias depois. Já Dave Halls foi retirado do set e demitido.

“Halls foi retirado do set imediatamente e a arma cenográfica foi descarregada. A produção não voltou até que Dave estivesse fora do set. Um relatório sobre o incidente foi feito e registrado na época”, relatou a empresa.

“No final da produção no dia, Dave Halls foi oficialmente demitido e a razão da demissão foi dada a ele. Dave estava muito arrependido pelos acontecimentos, e entendeu o motivo de ser demitido”, disse a empresa, que ainda comemorou o término de sucesso da produção, após a contratação de um novo especialista em armas para o período principal das filmagens.

Continua após a publicidade

Outros relatos

Antigos colegas de trabalho de Dave já haviam relatado anteriormente à CNN que o assistente desrespeitava protocolos de segurança em relação aos equipamentos perigosos usados em cenas, bloqueios de saídas de incêndio e quando alguém se feria. 

Maggie Goll, fabricante de adereços e pirotécnica licenciada, trabalhou com Halls na série Into the Dark em 2019 e relatou que, na época, o assistente negligenciava a realização de reuniões de segurança e o protocolo de anunciar a presença de arma de fogo no set para o elenco.

Ela contou que Halls só anunciava a presença de uma arma devido às exigências diárias do assistente do mestre de adereços e que ele era repreendido frequentemente por permitir que os atores se dispersassem com estes equipamentos ainda em mãos ou por não fazer os anúncios necessários.

Maggie ainda relata que, em uma ocasião, um pirotécnico licenciado chegou a sofrer um acidente durante filmagens e Halls pediu que a gravação continuasse.

Outro ex-colega de Halls que pediu para não ser identificado, relatou um episódio semelhante. Certa feita, Dave teria se queixado de ter uma arma inspecionada por um profissional licenciado para uma cena em que uma atriz apontaria o objeto para sua própria cabeça e puxaria o gatilho.

Assédio Sexual

Os depoimentos, que não se restringem as situações relacionadas à segurança, também alegam que Dave Halls tinha um comportamento sexual impróprio no local de trabalho.

A pirotécnica Maggie afirmou que no mesmo ano dos outros ocorridos, ela escutou vários relatos de colegas de que o assistente estaria realizando toques “indesejados e desnecessários” em integrantes do elenco de todos os gêneros e departamentos, deixando-os desconfortáveis.

A profissional disse que chegou a denunciar o comportamento de Dave à linha de segurança da produção, aos produtores executivos da Blumhouse Productions e ao Directors Guild of America (DGA) com base nos relatos dos seus colegas, mas nada foi feito a respeito.

Continua após a publicidade

Publicidade