Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bianca Rinaldi: “Tenho orgulho das escolhas que fiz”

Foram dez anos como a grande estrela da Rede Record. Mas o casamento de Bianca Rinaldi com a emissora paulistana chegou ao fim e comenta-se que a loira está voltando para a Rede Globo

Por Redação M de Mulher Atualizado em 16 jan 2020, 03h15 - Publicado em 19 mar 2013, 21h00

A atriz Bianca Rinaldi
Foto: Ag News

De paquita do Xou da Xuxa à rainha egípcia. Essa é a trajetória de Bianca Rinaldi. Aos 38 anos, a atriz se glorifica dos frutos que vem colhendo em sua carreira profissional e é só sorriso quando o assunto é “tudo que construiu”. E a bela inicia uma nova etapa de sua trajetória. Depois de dez anos como a principal estrela da Record, Bianca não renovou seu contrato – que termina em 31 de julho – e parece que ela está de mudança para a Globo. Além de ser uma atriz talentosa, é mãe das gêmeas Sofia e Beatriz, de 3 anos.

Por que não renovou com a Record?
Meu contrato, que vence no dia 31 de julho, tem ainda uma extensão de mais um ano, caso eu esteja fazendo uma obra. Esperava poder fazer a novela do querido amigo Carlos Lombardi (Pecado Mortal) com o meu contrato atual e sem ajustes. Mas a emissora não aceitou. Por isso, quando dizem que sou mercenária, estão equivocados. Uma negociação só acontece se as partes estiverem dispostas a ceder. A Record não me deixou fazer Pecado Mortal sem renovar. Não fui eu que saí!

Enquanto isso, você se dedica a José do Egito. Está curtindo interpretar a esposa de um faraó?
Estou aproveitando por ser uma chance única. Sabe lá quando poderei viver essa época novamente. Sem falar que adoro a história do Egito, a maneira como eles viviam, como eram modernos. A maquiagem, o famoso risquinho no olho, o esmalte. Tudo vem dessa época incrível.

Tany deve ser um papel bem difícil?
A história já é desafiadora por ser muito distante de mim. Mas Tany tem sentimentos e atitudes de um ser humano. Meu maior desafio é buscar essa verdade dela e transportar para o meu “eu”, me adequar a esse cenário, a essa vida, a essa vivência.

Ela chega a mandar em Apopi?
Não é bem assim… Ela é uma mulher sábia que, como toda pessoa que gosta do outro, não o deixa se meter em fria. E, quando percebe que algo de ruim pode acontecer ao marido, faz de tudo para mostrar a verdade e Apopi, por sua vez, a escuta muito.

Continua após a publicidade

Leonardo Vieira se rendeu em elogios e disse que você é uma grande parceira em cena…
Ah, ele já virou meu marido (risos). O legal é que a gente pode fazer qualquer tipo de cena que nos damos muito bem. Trabalhar com Leonardo é maravilhoso porque ele é generoso e está presente o tempo todo. Quer melhor parceiro do que esse?

Por quais personagens que já interpretou têm carinho especial?
A Isaura, de A Escrava Isaura (2004). Sem dúvida foi um grande desafio porque foi de época. Mas estarei sendo ingrata com outros que me fizeram tão feliz.

Bianca Rinaldi: "Tenho orgulho das escolhas que fiz"

As filhas da atriz, Sofia e Beatriz, na peça da mãe
Foto: Ag News

Como foi participar do espetáculo teatral Meio Lá, Meio Cá?
Estudei muito. Sempre fiz questão de me preparar muito bem para aquilo que me proponho a fazer. Então, antes de subir ao palco, optei por fazer vários cursos de teatro para me aprimorar.Sofia e Beatriz assistiram à peça? Claro! Foi a primeira vez que elas me viram no palco. Fiquei muito ansiosa e emocionada. Chorei muito enquanto elas gritavam: “Mamãe, tá acabando? Quero fazer xixi! (risos)”

Como é ser mãe de gêmeas?
Amadureci muito com a maternidade. Realmente foi um turbilhão de informação quando elas chegaram. Mas, com ajuda, estou conseguindo dar conta de tudo. Elas são os meus amores.

Que balanço você faz da sua carreira, do Xou da Xuxa até hoje?
Avalio muito bem a minha trajetória. Já tive pressa de subir todos os degraus, mas me orgulho de todas as escolhas que fiz.

Continua após a publicidade
Publicidade