Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

10 apresentações icônicas de Beyoncé, aniversariante do dia

Inspirações políticas, coreografias trabalhosas, afinação impecável são características que não faltam na carreira de Queen B

Por Ana Carolina Pinheiro - Atualizado em 4 set 2020, 20h13 - Publicado em 4 set 2020, 20h06

Não é preciso conhecer a fundo a carreira de Beyoncé para notar uma característica marcante na sua identidade: a busca pela perfeição. De acordo com a astrologia, a artista, que celebra seus 39 anos nesta sexta-feira (4), pertence ao segundo decanato do perfeccionista signo de Virgem, apontando uma tendência à persistência. Das notas impecáveis entoadas ao lado de Kelly Rowland e Michelle Williams, no grupo Destiny Child ao roteiro e à concepção do álbum visual de Black is King, vimos e nos encantamos com esse dom, que transita por suas plurais atuações. Cantora, diretora e roteirista.

Para celebrar seu aniversário, a playlist de hoje tem um formato diferente. No lugar das músicas, convidamos um fã da Queen B, Luan Zancanella, para selecionar 10 apresentações inesquecíveis e emocionantes da carreira solo da cantora. Algumas apresentações carregam marcos inesquecíveis. No Coachella, Beyoncé foi a primeira mulher negra headliner da história do festival. Já no Glastonbury, festival de música que surgiu nos anos 70, na Inglaterra, a cantora foi a primeira mulher como atração principal. As gestações da Bey também tornaram algumas de suas aparições memoráveis. A chegada de Blue Ivy, sua primogênita, foi anunciada no VMA de 2011, enquanto ela cantava Love On Top. Os gêmeos Rumi Carter e Sir Carter não ficaram de fora e se apresentaram na barriga da mãe no Grammys de 2017.

Confira essas e outras apresentações inesquecíveis da dona do mundo, Beyoncé Knowles-Carter:  

1- Crazy In Love (Festival Coachella – 2018)

2- Love On Top (MTV VMA – 2011)

3 – Run the World (Girls) (Billboard Music Awards – 2011)

4- Love Drought e Sandcastles (Grammys – 2017)

Continua após a publicidade

5 – I’m Coming Out (Tokyo – 2007)

6 – Sweet Dreams (Glastonbury – 2011)

7 – Tributo a Stevie Wonder (2015)

8 – Ah lelek lek lek (Rock in Rio – 2013)

9 – Formation (Super Bowl 2016)

10 – Freedom( BET Awards 2016)

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade
Publicidade