Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Dá para trocar a carne por cogumelos? Veja receitas e tire suas dúvidas

Os alimentos ganharam de vez a mesa dos brasileiros, chegando a disputar com tradicionais pratos, mas será que eles são boas fontes nutricionais?

Por Da Redação - Atualizado em 15 jan 2020, 22h45 - Publicado em 8 mar 2019, 15h31

Você já ouviu falar sobre substituir a carne por cogumelos? Para vegetarianos estritos e ovo-lacto-vegetarianos, é uma ótima saída para encontrar proteínas em dietas que excluem carnes e derivados animais. O preço do quilo da carne é próximo do valor pago pelo quilo de cogumelos brancos nos supermercados, mas a fonte vegetal rende bem mais, já que serve um maior número de pessoas que a mesma quantidade de carne.

A dúvida está na parte nutricional. Será que os cogumelos são fontes de proteínas tão boas quanto as encontradas em ingredientes de origem animal? Para responder a essa e outras dúvidas, nós conversamos com a nutricionista Andréa Dias, especialista em alimentação vegetariana, para entender melhor as vantagens e desvantagens desses alimentos que, apesar de facilmente encontrados, ainda têm seus valores nutricionais pouco conhecidos.

TIPOS DE COGUMELOS

Existem muitas variedades de cogumelos espalhados pelo mundo, algumas são venenosas e merecem atenção redobrada para não serem levadas até a cozinha, viu? Os silvestres são usados na culinária de diferentes culturas há séculos e foram espalhados para diversos cantinhos do planeta com o turismo gastronômico. Por aqui, os tipos mais conhecidos e que caíram no gosto dos brasileiros são o Shiitake, o Champignon e o Shimeji.

Nativo do leste asiático, o Shiitake é considerado o segundo cogumelo mais consumido no mundo, sendo preparado em sopas, saladas e até hambúrgueres. O Champignon é a variedade facilmente encontrada em supermercados brasileiros, presente em sabores de pizzas, molhos e saladas. Há dois tipos de Shimeji no mercado nacional, o Shimeji-branco, com pouquíssima gordura e carboidratos, e o Shimeji-preto, conhecido também como cogumelo-ostra por sua aparência única.

Shiitake Enrique Díaz/7cero/Getty Images

Mas existem muitos outros que carregam gostos e formatos particulares. As Trufas são conhecidas pela complexidade de sua colheita, onde só possuem valor se retiradas a uma profundidade de mais de 20 cm, sem danificar o terreno. O Maitake, de origem japonesa, tem formato de pequenos cones e um sabor delicado, com notas florais. O Portobello é um dos maiores fungos comestíveis, notado pela suavidade e pela textura grossa, parecida com a da carne.

Continua após a publicidade

AFINAL, ELES PODEM OU NÃO SUBSTITUIR A CARNE?

Para quem busca substituir as proteínas animais das refeições pelas vegetais, os cogumelos são boas recomendações, mas não são capazes de suplementar sozinhos o que o corpo humano necessita. Em cada 100g de carne vermelha, existe cerca de 25g de proteínas. Já no cogumelo branco, como o Champignon, em cada 100g do alimento, existe cerca de 3,1g de proteínas.

Champignon Yulia-Images/Getty Images

A nutricionista Andréa Dias explica que a melhor maneira de conseguir as fundamentais proteínas é consumir leguminosas (como feijões, grão-de-bico, ervilhas, lentilhas, entre outras) e cereais (como arroz, aveia, quinoa, trigo, entre outros). Além de serem fontes proteicas, as leguminosas e cereais fornecem todos os aminoácidos essenciais para o nosso corpo, além de cálcio, ferro, zinco e vitaminas do complexo B.

Portanto, apesar de possuírem propriedades excelentes, os cogumelos, sozinhos, não são capazes de nutrir o corpo humano com uma boa quantidade de proteínas. Mas usar alimentos com outras fontes mais proteicas em receitas deliciosas certamente fornecerá saúde e muito prazer para o paladar.

Leguminosas e cereais ansonmiao/Getty Images

É sempre bom lembrar a importância de se consultar com uma nutricionista, tá bem? Mas agora que você conhece mais sobre os cogumelos e como balancear de forma saudável a sua alimentação, separamos cinco receitas bem gostosas com algumas variedades desse alimento que surpreende pelas características físicas e nutricionais.

Berinjela assada no missô com Shiitake, Shimeji e Champignon

Berinjela assada com missô

Goulash de seitan e Funghi

Sanduíche de homus com Portobello, Champignon e Shiitake

Ernani Mesquita/CAPRICHO

Nhoque feito com Shiitake, Champignon e Shimeji

Nhoque de cogumelos - ceia de Natal vegetariana

Bobó de legumes com Champignon

Continua após a publicidade
Publicidade