Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Conversa de Vó Natália Dornellas é jornalista, podcaster e ativista da longevidade. Procura por avós e avôs para prosear e histórias de #avosidade para contar. É criadora do podcast Conversa de Vó e cofundadora da plataforma 40+ AsPerennials

4 filmes com avós e avôs cativantes para você assistir no fim de semana

Engraçados e criativos: confira sugestões de filmes em que matriarcas e/ou patriarcas têm papel importante

Por Da Redação Atualizado em 13 nov 2020, 17h24 - Publicado em 13 nov 2020, 18h00

Tenho pra mim que filme que não tenha um personagem velho (maduro, idosos… escolha como prefere chamar) peca em sabedoria. Na maioria das vezes, ainda que com papeis secundários, são as avós ou avôs que dão os melhores conselhos e inspiram jornadas incríveis na tela grande. 

Foi pensando nisso que resolvi rechear a coluna de hoje com 4 filmes em que matriarcas e/ou patriarcas têm papel importante. 

O primeiro, que eu amo e me faz gargalhar desde 2006, é “Little Miss Sunshine”. Sim, Edwin, o avó, era completamente louco, quase uma má influência, mas duvido que você não goste dele. Interpretado pelo super Alan Arkin (você já o viu em “O Método Kominky”?), o vovô libertário é um verdadeiro mentor para a protagonista. É ele quem ensina Olive a fazer a coreografia que rouba a cena no concurso de beleza Miss Sunshine. O filme está disponível em várias plataformas. A elas: Telecine, Now, e para aluguel, em Looke,  Apple TV e Google Play, para aluguel.

Little Miss Sunshine
foto/Divulgação

Outra história em que a “avosidade” impera é a “A  Fantástica Fábrica de Chocolate”. O destaque aqui vai para o vovô Joe, uma figuraça que ajuda o neto Charlie a realizar o sonho de conhecer a fábrica de Willy Wonka. Vamos combinar, que nesta história, inspirada em mais uma obra do inglês Roald Dahl, é toda a ancestralidade do pequeno Charlie que tem destaque?  Seus avós paternos e maternos fazem verdadeiros conchavos, reunidos sobre a cama – na falta de uma sala de visitas, no barraco da família -, para dar conselhos aos mais jovens. A última versão do filme, dirigida por Tim Burton, está disponível no cardápio da Netflix. 

Fantástica Fábrica de chocolates
foto/Divulgação

A terceira pedida vai para “Chocolate”. A trama dá destaque às dificuldades de Vianne Rocher (vivida por Juliette Binoche) para abrir sua loja de chocolates numa vila careta no interior da França, mas quem tem sensibilidade percebe a presença magnânima, de Armande – olha a Judi aqui de novo! -, a senhoria de Vianne. Armande vive em guerra com Caroline, sua filha caretérrima e fria, que dificulta seu contato com o neto Luc por considerá-la uma hedonista incorrigível, portanto uma má influência.  O filme está no Telecine Play e no Looke, para locação. 

Continua após a publicidade
chocolate filme
foto/Divulgação

E para fechar a lista, temos a animação “Up-Altas Aventuras”.  A história é mais ou menos assim: Carl Fredrickson não é avô de carne e osso de Russel, mas acaba descobrindo a “avosidade” à medida que cuida do pequeno. Em homenagem à sua amada, ele resolve voar e, por acidente, leva o pequeno escoteiro em sua casa flutuante. Infelizmente, Up não está disponível em nenhum serviço de streaming no momento, mas pode ser encontrado no YouTube, em qualidade razoável.

filme animação UP
foto/Divulgação

Conhece algum filme em que avós tenham protagonismo? Escreva para mim, vou adorar saber. Meu e-mail é natalia@nataliadornellas.com.br. Bom filme!

Veja Também:

Neta produz ensaio fotográfico belíssimo com os avós no auge da quarentena

Esta é a Dona Neusa, a vovó blogueira que é estrela de comercial

Conheça Licia Fertz, a estrela do perfil “Buongiorno Nonna” do Instagram

 

Continua após a publicidade
Publicidade