Clique e assine com até 75% de desconto
Conversa de Vó Natália Dornellas é jornalista, podcaster e ativista da longevidade. Procura por avós e avôs para prosear e histórias de #avosidade para contar. É criadora do podcast Conversa de Vó e cofundadora da plataforma 40+ AsPerennials

Neta produz ensaio fotográfico belíssimo com os avós no auge da quarentena

Fotógrafa passou meses com os avós e produziu imagens que dão a dimensão dos efeitos do isolamento em idosos

Por Da Redação Atualizado em 12 nov 2020, 11h57 - Publicado em 11 nov 2020, 18h00

Faz pouco tempo que a casa centenária onde vivem dona Terezinha, 93, e seu Osvaldo, 93, voltou a receber algum movimento e ter cheirinho de comida de vó. Isolados dos amigos e da família de oito filhas por cerca de setes meses, o auge da quarentena, os avós de Isis Medeiros, 31, fizeram há pouco uma festa à fantasia com pouquíssimas pessoas e puderam voltar a sorrir.

Dona Terezinha e Seu Oswaldo
arquivo pessoal/Divulgação

A fotógrafa que passou uma boa temporada com eles, durante os meses iniciais do isolamento, agora curte de longe as fotos enviadas pela mãe. Para chegar à zona rural de Canaã, Isis tem que pegar três conduções e dedicar um tempo que o trabalho hoje não lhe deixa sobrar.

Especializada em documentação e resgate de memória de comunidades, ela sempre clicou os avós, mas foi durante os estranhos tempos da chegada do Covid que realizou esse ensaio, batizado de “Histórias do Meu Quintal”, e o vídeo que foi publicado pelo Instituto Moreira Salles dentro do programa Convida, uma espécie de bálsamo artístico para os tempos pandêmicos.

Programa Convida: Ísis Medeiros from IMS – Instituto Moreira Salles on Vimeo.

“Me chamou a atenção como o isolamento e a pandemia afetaram a vida dos meus avós, pois eles costumam receber muitas pessoas”, disse Ísis ao telefone.

Foram tempos difíceis que ela aproveitou para entrar “noutra brisa”, ler muito (coisas de Manoel de Barros e o livro “A morte é um dia que vale a pena viver”, de Ana Cláudia Quintana Arantes) e confirmar sua vocação para esse tipo de trabalho que confronta e registra a finitude.

Quando perguntei sobre a percepção de dona Terezinha e seu Osvaldo –  ele teve uma queda provocada por um acidente vascular cerebral (AVC), mas já está de pé – da magnitude que sua imagem alcançou, Isis acredita que eles muito provavelmente não conseguem dimensionar e que sempre lhe perguntavam para que eram aquelas fotos de cada detalhe dos seus dias de agonia. “Neste momento não estou preocupada com o destino do material, se vai virar livro ou algo assim. Eu quero é aproveitar o tempo que posso ter com eles. Estou louca para a pandemia acabar para montar uma excursão para a fazenda com os meus amigos”, finalizou.

Continua após a publicidade

 Isis, me leva junto?!

Confira mais imagens do ensaio Histórias do meu Quintal :

 

ensaio Histórias do Meu Quintal
Isis Medeiros/Divulgação

ensaio histórias do meu Quintal

ensaio Histórias do Meu Quintal

Histórias do Meu Quintal

ensaio histórias do meu quintal

ensaio Histórias do Meu Quintal
Isis Medeiros/Divulgação
Continua após a publicidade
Publicidade