Conheça Marietta Carter-Narcisse, a maquiadora das estrelas

Com um currículo impressionante, ela veio ao Brasil e arrasou com as unhas na cor da bandeira

O número de clientes, só em Hollywood, já dá uma ideia da quantidade de experiência que Marietta Carter-Narcisse tem no ramo da maquiagem. Os mais de 20 anos maquiando, no caso dela, se perdem entre os nomes de ícones do cinema e da televisão. Conversamos com a especialista e a história dela, cercada por nomes facinantes e episódios ainda mais curiosos, chama a atenção de todos que cruzam por seu caminho.

Com o reconhecimento de diversos artistas, é até engraçado pensar que uma das graduações que Marietta tem é em psicologia, em fevereiro de 1980, na Universidade de Long Island. “Eu sempre quis fazer psicologia, era minha primeira paixão, antes mesmo da maquagem”, conta, lembrando da época da graduação.

As mãos ágeis da profissional ja sabem de cor os movimentos que ela deve fazer ao desenhar o contorno dos rostos de cada artista. Especializada em peles negras, Marietta sabe exatamente o que deve ser feito para cada tipo de rosto. Ela veio para o Brasil pela primeira vez convidada pela marca Avon e aproveitou para dar aulas e conversar com os profissionais brasileiros da área.

Leia mais: Fotógrafo renomado é acusado de assédio e estupro

A partir do tom da pele da pessoa, ela consegue, só de olhar, identificar as diferentes cores que formam a coloração do rosto dela. Vermelho, verde oliva, rosa, pêssego e lavanda são algumas das cores que a especialista está acostumada a enxergar nos outros. É dessas cores que ela cria novos tons para a maquiagem, adicionando os pigmentos à base principal, da cor da pessoa.

“Quando queremos sumir com alguma imperfeição na pele, temos que primeiro anulá-la, por isso adiciono cores, ao invés de tirá-las”, explica Marietta. Com esssa técnica, ela consegue fazer com que uma parte muito rosada do rosto se mescle com a maquiagem e não fique mais tão evidente.

As pessoas nas quais ela já trabalhou todas as técnicas que sabe são nomes enormes do cinema e da atelevisão, como Samuel L. Jackson, Octavia Spencer, Whoopi Goldberg, Whitney Houston, Tina Turner, Denzel Washington e muitos outros.

Leia mais: Cores de esmalte para fugir com elegância dos tons terrosos neste inverno

Com o currículo incrível de filmes e séries de televisão que ela já fez, como Malcom X, Whitney e Ghost, não é de se espantar que, em 1997, ela foi convidada para participar da bancada que elege o filme com melhor maquiagem do Oscar, na Academia.

Marietta, inclusive, foi a primeira mulher negra a ter esse espaço na bancada, quebrando os 20 anos sem um representante negro que antecederam. Ela se sente parte da história assim como a primeira mulher da bancada, que foi aceita em meados de 1970.

Assim como Rihana, uma das maiores cantoras da música internacional atualmente, Marietta também é natural de Barbados, um país caribenho. “Mesmo assim, podem acreditar, eu não encontrei Rihana sequer uma vez por lá”, brinca.

Leia mais: 33 receitas para uma festa junina deliciosa

Assim que sua carreira já estava nas alturas, haviam momentos em que ela nem precisava mandar curriculos para novos trabalhos, “porque ter feito parte de Malcom X já era uma coisa muito grande”, conta Marietta.
Nesse aspecto, ela lembra de um episódio em que uma amiga a indicou, falando que ela havia trabalhado na produção e o diretor do novo filme nem quis conferir mais nenhum documento, “ele nem quis me entrevistar, me contratou de primeira”.

O conhecimento que ela tem de maquiagem foi aumentando cada vez mais e suas técnicas foram acompanhando o desenvolvimento das tendências e das necessidades das clientes, Ao mesmo tempo, ela seguia as novas tecnologias do cinema, que também iam sendo aperfeiçoadas.

A filmagem em alta resolução, segundo Marietta, mudou muito a forma como o rosto das atrizes são desenhados pela maquiagem. “No tapete vermelho, por exemplo, as pessoas têm que tomar cuidado com a iluminação na ponta do nariz e no arco do cupido (a parte de cima do lábio superior), já que, nas câmeras, o brilho acaba tendo um aspecto de suor”, explica.

Leia mais: Entenda por que Meghan Markle usa sapatos maiores que o número dela

Uma das filosofias que ela tenta trazer para todas as maquiagens que faz é a ideia de que “o que você tem, é o que você verá (what you see is what you get)”, já que as câmeras hoje em dia veem qualquer pequeno defeito, e não têm o poder de fazê-lo sumir, uma vez que isso não foi feito com a maquiagem.

A especialista possui mestrado em Ciências do Ensino Superior e, atualmente, tem licenças de cosmetologia na Califórnia e na Flórida – onde mora com seu marido, com quem já é casada há 25 anos, e seu filho. “Eu também tinha a licença em Nova Iorque, mas teria que renová-la toda vez. E como eu não queria mais voltar para a cidade, acabei deixando que expirasse”, lembra.

Marietta veio para o Brasil convidada e saiu se sentindo parte da família. “Eu gosto muito da cultura de vocês. A felicidade, o amor pelo futebol, a forma como acolhem as pessoas e o carisma de vocês acabam ganhando todo mundo. E a feijoada até agora não têm me deixado na mão também. Além disso, até agora, eu só vi pessoas com rostos e peles maravilhosas, as mulheres daqui são estonteantes”, elogia, mostrando as unhhas nas cores da bandeira nacional.

Leia mais: 4 looks para quem é apaixonada por calça pantalona

Marietta conta também como ela lidou com o lado profissional assim que teve seu filho: “você deve escolher as suas prioridades em meio a todas as outras prioridades. Eu não poderia ficar longe do meu filho, sem saber que horas eu voltaria de uma gravação, já que meus horários não eram exatamente regrados nos sets de filmagem”.

Ela lembra, inclusive, de uma época em que, durante as gravações de uma produção, ela não dormiu na própria casa por mais de dois meses, já que tinha que acompanhar toda a equipe. “Foi nesse vai e vem que eu perdi o primeiro dia de escola do meu filho. E como ele nunca mais vai ter um primeiro dia de escola de novo, eu percebi que tinha que rever minhas prioridades”.

Trabalhar em filmes é uma das paixões de Marietta, assim como ensinar. Por isso, Carter-Narcisse dá aulas e masterclasses para aspirantes à profissão, repassando para os alunos cada uma das técnicas que conhece.

Leia mais: 30 receitas para um almoço de última hora

E quando lhe perguntam sobre alguma maquiagem vista na internet, o discurso vai contra as redes sociais: “meus alunos me pedem para lhes ensinar alguns olhos ou coberturas que eles veem no Instagram. Para todos eu respondo a mesma coisa: ‘não posso te ensinar isso, porque essa maquiagem foi feita no photoshop, apenas o computador consegue reproduzir isso'”.

A maquiadora não é contra as redes, inclusive segue todo mundo que conhece em seu Instagram. Mas ela também tem certeza que as fotos compartilhadas na plataforma e as maquiagens que são postadas pelos artistas apenas dão uma falsa sensação de realidade para as meninas que veem essas maquiagens.

Para Mariertta, grande parte do que é compartilhado são resultados impossíveis de se chegar apenas com maquiagem, que iludem as meninas e acabam fazendo com que elas se sintam inseguras sobre si mesmas. “Vemos apenas o resultado final, não as três horas que o maquiador demorou para esfumar toda aquela quantidade de maquiagem.”

Leia mais: Número de estupros na cidade de São Paulo aumenta pelo quinto mês seguido

Esse é um dos motivos do porquê ela não concorda com os tutoriais espalhados pela internet: “eles ensinam sobre só um tipo de pele. Mas nem todas as pessoas precisam de um contorno ou de um brilho como os profissionais ensinam por ai, às vezes só uma camada fina de base já faz todo o trabalho. Não podemos tratar os diferentes tipos de rostos como se fossem apenas carimbos para serem reproduzidos sempre do mesmo jeito”.

Por fim, em 2016, Marietta recebeu a indicação de Melhor Maquiagem Contemporânea com Whitney e foi homenageada pela Black Hollywood Education and Resource Center (BHERC) por sua contribuição à maquiagem e penteados para cinema e televisão. E esses foram apenas alguns dos prêmios e homenagens que ela ja recebeu – e ainda vai receber.

Leia mais: Como a Lua Cheia de 27 de junho vai influenciar seu signo

 (Jose Amaral/Reprodução)

Veja mais: Elegância no inverno: 4 maneiras de usar o pelerine preto

Siga CLAUDIA no Instagram!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s