CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Sexo sem roteiro: descubra como melhorar o seu bem-estar sexual

Especialistas mostram os caminhos para deixar a intimidade mais livre e ganhar bem-estar sexual

Por Paula Jacob Atualizado em 14 abr 2022, 12h42 - Publicado em 16 abr 2022, 08h56

Filmes, livros, histórias, conversas, referências, tudo faz a gente pensar num caminho quase único na hora de transar. Começa assim, faz aquilo lá, meio do caminho, clímax, fim. Mas, se a vida não é bem assim nas coisas práticas, imagina no sexo, onde os caminhos são diversos? “Crescemos recebendo pouca informação sobre sexo, com isso, acabamos definindo nossas práticas por meio de novelas e filmes. Há uma presunção do que cada um deve desempenhar, como devem se tocar e qual a ordem que tudo precisa ocorrer. Isso é um limitador que, ao ser superado, abre infinitas possibilidades de prazer”, conta Heloisa Etelvina, cofundadora da Pantynova. O bem-estar sexual fica, assim, prejudicado. 

Muitas pessoas vendem ideias mirabolantes para chegar lá, fórmulas ou regras que garantem mais ou menos prazer. Contudo, no fim do dia, quem sabe do seu corpo e da troca com a parceira é você. Intimidade se constrói por meio da comunicação e confiança. “Além disso, apimentar a relação e desbravar novas sensações podem vir acompanhadas de acessórios variados”, complementa a outra metade da scale-up de bem-estar sexual, Izabela Starling. A seguir, a dupla nos ajuda a entender os benefícios de um sexo sem roteiro:

 

 

Comunicação em primeiro lugar

Muitas referências do que se faz no sexo vêm da indústria pornô mainstream – e infelizmente. Com elas, estigmas do que uma pessoa deve ou não fazer na cama (no sofá, na sala etc). Antes de mais nada, deixe os padrões de lado e entenda o que realmente te dá prazer. A partir disso, fica fácil estabelecer limites e, consequentemente, trocar com honestidade com outras pessoas. “Às vezes vamos além daquilo que é prazeroso, apenas para satisfazer alguém. Isso é muito arriscado e vai contra o que é justamente mais importante na hora do sexo: se divertir com a companhia do outro”, pontua Izabela Starling. Assim fica mais fácil para você e a parceria desenvolverem novos jeitos de cultivar a intimidade.

Continua após a publicidade

bem-estar sexual
Pensar no bem-estar sexual vai muito além das receitas para uma melhor performance. Getty Images/Getty Images

O que vai, volta

Da mesma forma que você precisa entender o que é seu e conseguir verbalizar, é importante escutar o que o outro tem a dizer também. Afinal, a troca só é uma troca quando a via da fala e do respeito é de mão dupla. “A comunicação deve ser constante, inclusive na cama. Nos acostumamos a assistir na televisão cenas de sexo sem nenhuma frase sendo dita, isso não precisa ser a realidade. Dizer aquilo que gosta ou não, ou até mesmo dar uma pausa ou parar para beber água fazem parte desse momento”, diz Heloisa. O começo-meio-fim fica muito mais divertido quando não tem uma linearidade preestabelecida. 

Acessórios são amigos, não competição

“Trazer novidades para a cama ajuda tanto a estimular os casais que estão há um certo tempo juntos quanto os que estão descobrindo a sua sintonia. Novamente, o segredo é a conversa. Fale com a outra pessoa sobre os acessórios e como gostaria de usá-los. No pós também: compartilhe como vocês se sentiram [com a experiência]”, explica Izabela. Existe aquela velha ideia de que os brinquedos eróticos são uma ameaça, quando, na verdade, são ferramentas que potencializam o prazer e a imaginação. Pense em vibradores, massageadores, cintas, lingeries… Tudo isso auxilia na descoberta do corpo e das sensações. Mas vale também testar algemas, coleiras e harness, mesmo que você não seja uma praticante de BDSM

Não esqueça do lubrificante

Os estigmas com os sex toys são os mesmos com os lubrificantes. E, de novo, eles só existem para te ajudar. Procure as versões à base de água que são compatíveis com os preservativos e os brinquedos eróticos. “Além de deixar a hora do sexo mais segura, pois evita o atrito excessivo que causa infecções e pode até mesmo romper o preservativo, o lubrificante contribui para o aumento do prazer, principalmente no sexo anal“, aponta Heloisa. Hoje, o mercado possui diversas opções veganas e com ingredientes que proporcionam sensações diferentes, tipo o Booster, feito de jambu, que dá uma esquentadinha, ou a Bruma, de ácido hialurônico e centella asiática, capaz de cuidar e hidratar a região íntima – ambos da Pantynova.

Continua após a publicidade

Publicidade