Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Meu bicho perde muito pelo. É normal?

Saiba quando você deve deve se preocupar com a perda de pelo do animal e como tratar as doenças de pele

Por Redação M de Mulher Atualizado em 20 jan 2020, 23h07 - Publicado em 17 Maio 2010, 21h00
Meu bicho perde muito pelo. É normal?

Fique atenta com perda de pelos excessiva ou quando aparecerem áreas totalmente carecas no animal
Foto: Getty Images

 

 

Como manter pele e pelo saudáveis 
. Dar banho no cão no máximo a cada 15 dias, para manter a camada de proteção da pele.

. Gatos tomam banho de língua a toda hora e não têm cheiro. Portanto, só precisam de banho eventualmente.

. Jamais deixar a pelagem úmida, porque isso favorece o surgimento de fungos e bactérias.

. Escovar diariamente não evita problemas de pele, mas deixa a pelagem bonita e ajuda no crescimento dos novos fios. Os nós, sim, facilitam a presença de parasitas de pele.

Continua após a publicidade

Perder pelo é normal? 
Sim, especialmente durante a primavera e o outono, quando acontece a troca da pelagem.

Devo me preocupar com a queda de pelos?
Sim, mas só quando ela for excessiva, se o bicho estiver com áreas totalmente carequinhas ou se houver coceira, bolinhas ou feridas na pele.

O que causa isso?
Sarna, infecções de pele e distúrbios hormonais. Pode ser também alergia a picada de pulga, proteínas da ração, xampus humanos, itens de limpeza e perfumes. Produtos químicos em geral, além do risco de reações alérgicas, são uma tortura para o olfato dos bichos. Por fim, as feridas que se formam pela coceira favorecem infecções.

Como tratar esses problemas?
. Infecções de pele requerem antibióticos, anti-inflamatórios e xampus específicos.

. A sarna tem controle mais difícil, pois fica no ambiente e passa para outros animais. Mas existem medicamentos para combatê-la – peça indicação ao veterinário.

. Se a queda de pelo foi causada por algum tipo de alergia alimentar, você resolve o problema trocando a ração por outro sabor ou por uma versão antialérgica.

. Para sensibilidade a pulgas, aposte no controle dessas praguinhas infernais na casa e no bicho. Só use produtos indicados pelo veterinário, para não correr o risco de intoxicação.

Continua após a publicidade
Publicidade