8 ideias de lanches antiestresse para levar ao trabalho

Descubra quais alimentos podem te ajudar em tempos difíceis

Lidar com o estresse no ambiente de trabalho é sempre difícil. Por mais que você não demonstre, seu cérebro pode estar lutando com altas cargas de hormônio e pensamentos que causam ansiedade.

Quando o estresse se torna crônico, o cérebro começa a cobrar mais energia do corpo e por isso muitas pessoas acabam descontando a ansiedade na comida. Quando há um consumo exagerado de alimentos cheios de açúcar, sal e gorduras ficamos mais expostas à doenças como hipertensão e diabetes.

Leia também: Ar-condicionado causa ‘choque térmico’? Médico responde mitos e verdades

Charlotte Watts, co-autora do livro ‘Comidas de Bom Humor’, fez uma análise dos laços emocionais desencadeados por alguns alimentos. Segundo ela, os mais indicados para os momentos de grande estresse são aqueles que ajudam a matar a vontade de comer doce e a equilibrar a concentração de açúcar no sangue.

Os alimentos que conseguem amenizar os sintomas do estresse são aqueles que possuem boas fontes de proteínas e gorduras. Além deles, também ajudam os compostos como vitaminas do complexo B, zinco e magnésio, afirma a Dra. Edvânia Soares, nutricionista da Estima Nutrição.

Confira abaixo dicas dadas por nutricionistas de alimentos para te ajudar a desestressar:

Cacau

 (kolderal/Getty Images)

Contém fitoquímico especial para diminuir o cortisol, que é o hormônio do estresse. “Para levar de lanche, uma boa ideia é derreter o chocolate 70% cacau no iogurte natural e bater com morango. Isso vai criar um pudim delicioso que pode ser armazenado por até 4 dias na geladeira”, dá a dica a nutricionista Aline Quissak.

Banana

 (istetiana/Getty Images)

“Quando associada à nozes e pasta de amendoim 100% integral, forma uma mistura que melhora o foco e a concentração, ajudando também no aumento da produtividade no trabalho”, diz a nutricionista Aline Quissak. Para levar para o trabalho, a dica é misturar em um potinho a banana com pasta de amendoim e nozes + canela.

Aveia + iogurte

 (@vix.hummm/Instagram)

“Essa combinação contém triptofano e vitaminas B, que formam a serotonina quando combinados, que é o hormônio da felicidade e bem estar”, diz a doutora.

Chá Branco

 (@mariaruxandrasandu/Instagram)

Esse chá é cheio de energia. Ele possui cafeína e uma outra substância que dão um pique e ajudam a manter o foco. A dica da nutricionista Aline Quissak é acrescentar um sache de frutas vermelhas ou até mesmo de hortelã, para auxiliar na digestão, já que o estresse mexe muito com nosso intestino.

Chips de coco

 (rodrigobark/Getty Images)

Alimento com bom potencial de concentração de gorduras que contém substâncias que fornecem energia rapidamente e ajudam a acelerar o metabolismo.

Abacate

 (Alexander Spatari/Getty Images)

As gorduras dessa fruta trazem calmaria e diminuem a vontade de comer doce ou ‘fast foods’.

Frutas cítricas

 (twomeows/Getty Images)

“Ricas em vitamina C e vitaminas do complexo B, contribuem para o bom funcionamento do sistema nervoso e auxiliam na redução do cortisol (hormônio do estresse).”, diz Michele Troitinho, nutricionista do Kurotel.

Tapioca

 (CLAUDIA/Divulgação)

“É preciso se atentar por ser um alimento que não pode ser consumido em excesso, já que quando a tapioca se torna farinha ela passa a ter um índice glicêmico diferente da mandioca. Para retardar esse índice elevado, oriento consumir junto a algum grão como a chia, por exemplo.”, explica o nutrólogo Bruno Takatsu

+ Crianças que comem com os pais se alimentam melhor, diz pesquisa

Siga CLAUDIA no Instagram