Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Como identificar uma amizade tóxica? Confira os maiores sinais

Sentir mal-estar ou desconfortável na presença de certas pessoas pode ser um sinal de alerta para a amizade tóxica

Por Kalel Adolfo
Atualizado em 25 nov 2022, 15h41 - Publicado em 12 abr 2022, 07h53

Nenhuma relação é perfeita: sempre haverão discussões e desentendimentos. Até certo ponto, isso é extremamente saudável, pois os conflitos podem nos ajudar a amadurecer os laços que cultivamos em nossas vidas. Porém, as coisas ficam bem diferentes quando elas só trazem discórdia. Sabe aquela amiga que está sempre te alfinetando, diminuindo as suas conquistas ou cobrando atenção? Talvez esteja na hora de repensar, visto que nenhuma pessoa é mais valiosa que a nossa paz e esse tipo de comportamento pode definir uma amizade tóxica. Os nossos vínculos devem nos inspirar leveza, aprendizado e conforto, não o contrário.

Pensando em tudo isso, Claudia entrevistou a psicóloga Sirlene Ferreira, que explica como identificar uma amizade tóxica, seus impactos em nossa saúde mental e as melhores formas de se livrar desta situação. Veja a seguir:

O que é e como identificar uma amizade tóxica

Sirlene explica que não é tão simples identificar, já que esse tipo de relacionamento nos conduz a achar que o problema é sempre nosso (e nunca do outro). “É uma amizade de mão única, onde só o outro tem razão, apenas as escolhas dele possuem validade e somente a palavra desta pessoa é que prevalece”, aponta a psicóloga.

E é justamente por isso que esses laços são tão negativos para a autoconfiança: sem perceber, acabamos nos deixando de lado para atender as necessidades do próximo. “Aos poucos, esses ‘amigos’ destroem o nosso amor próprio”, alerta. 

Sinais de que você está numa amizade tóxica

Mas apesar de ser difícil identificar estes vínculos, há alguns sinais que podemos captar no dia a dia para discernir uma amizade benéfica de uma tóxica. Segundo a especialista, o desconforto é o primeiro deles. Caso a presença da pessoa traga mal-estar, fique em alerta, pois essa pode ser uma forma de sua mente lhe avisar de que algo não está certo.

Continua após a publicidade

“Logo em seguida, vem a sensação de ser desprezada e ‘testada’ o tempo inteiro”, aponta Sirlene. Um exemplo clássico: ao contar uma conquista para sua amiga, ela lhe responde com críticas ou diminuindo o que você fez, colocando em cheque até mesmo a sua capacidade. É importante relembrar que essas ofensas podem vir de forma passivo-agressiva, para que você não tenha certeza do que está acontecendo.

“A amizade tóxica também pode ser ameaçadora e gerar estresse o tempo inteiro”, diz. Nestes casos, a especialista se refere ao tipo de relacionamento em que sentimos que a pessoa poderá nos prejudicar a qualquer momento. Por isso, “pisamos em ovos” para não irritar o outro, já que suas atitudes são comumente imprevisíveis e desproporcionais.

Outros sinais que podem ajudar a identificar uma amizade tóxica são:

  • Falta de respeito
  • Ausência de imparcialidade
  • Sensação de estar sendo inferiorizada constantemente
  • Manipulação a toda instante

Sirlene também reitera a importância do autoconhecimento para entender se não estamos sendo tóxicas com os nossos amigos: “Faça uma autoanálise e reflita sobre as suas ações. Saiba o quanto você sente compaixão e empatia pelo próximo. A meditação pode ser uma forma de identificar em que pontos podemos melhorar com as nossas amizades”, declara.

Impactos da amizade tóxica na saúde mental

O convívio contínuo com certas pessoas pode nos trazer muito mais do que um simples desconforto. De acordo com a psicóloga, ser manipulada e diminuída é capaz de devastar a nossa autoestima, trazendo insegurança para todos os aspectos de nossa vida.

Como consequência, podemos desenvolver transtornos de ansiedade, estresse acentuado e até mesmo um quadro depressivo maior, dependendo do quanto fomos afetados por esse relacionamento.

Como se livrar da situação

“O primeiro passo é admitir que a pessoa é tóxica, por mais que você desejasse que fosse diferente. Não podemos controlar a personalidade de ninguém, mas é possível se proteger contra esses malefícios”, esclarece.

Após identificar e aceitar a situação, vá se afastando aos poucos, diminuindo o acesso da pessoa acerca de sua vida: “Evite compartilhar momentos de lazer ou contar segredos. Não divida vitórias e nem derrotas. É importante entender que é possível conviver sem ter intimidade”, explica.

Amizades saudáveis podem ter conflitos… Até certo ponto!

Não é porque uma amiga te criticou, que ela é tóxica. Porém, Sirlene elucida que o princípio da amizade sempre será agregar: “Qualquer crítica que te destrua está querendo lhe punir, não ajudar. O amigo aponta os seus erros e sugere novos caminhos, diferente da pessoa tóxica, que usa as suas falhas contra você mesma”, conclui a especialista.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.