3 truques (comprovados pela ciência) para combater à insônia

A ciência pode te ajudar a dormir melhor. Veja como!

Não consegue dormir? Apesar de ser um processo natural, pegar no sono é uma dificuldade para muita gente.

A privação do sono deixa as pessoas mais esquecidas, dispersas, mal-humoradas e propensas a acidentes – sem falar no risco de desenvolver doenças associadas com a acumulação de produtos residuais no cérebro, como o Alzheimer.

Especialistas recomendam sete a nove horas de sono por noite mas se você está tendo dificuldades em pegar no sono, saiba que existem algumas dicas para obter o merecido descanso – apoiadas em estudos recentes. Veja:

1) Fique longe das redes sociais

A gente sabe que usar telas iluminadas perto da hora de dormir pode prejudicar a habilidade de pegar no sono. Mas um novo estudo sugere que o hábito de checar as redes sociais antes de dormir pode ser o problema.

No estudo, jovens que checavam as redes sociais com mais frequencia e por mais tempo reportaram mais distúrbios do sono. O problema não é apenas estar olhando para uma tela, e sim o que você está vendo nela.

2) Melatonina – mas não todas as noites

Com o pôr do sol, sua glândula pineal – estimulada pela escuridão e inibida pela luz – começa a produzir o hormônio do sono, a melatonina, que envia sinais avisando estar na hora de dormir.

De acordo com a endocrinologista Adriana Pessôa, de São Paulo, é possível tomar um suplemento de melatonina para melhorar a qualidade do sono desde que com orientação médica. A dose eficiente é em torno de 3 miligramas por dia.

Mas um estudo publicado em 2013 apontou que os benefícios da melanina desapareceram entre 6 e 12 meses após uso constante.

3) Não tenha medo de procurar ajuda profissional

Se a insônia é constante, talvez seja o caso de procurar ajuda externa. Um recente estudo apontou que a maioria das pessoas melhoram após uma única sessão de terapia.

Especificamente a terapia cognitiva comportamental pode ajudar os pacientes com insônia. Esse tipo de terapia foca em fornecer às pessoas ferramentas para acessarem seus padrões de comportamento e pensamento e dar passos concretos na direção de melhorá-los.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s