Sobrinha pede que parem de mentir sobre Marielle

"Por exemplo, que ela era envolvida com o Comando Vermelho e que o pai de sua filha é o traficante Marcinho VP", escreveu em rede social

Annie Caroline, sobrinha da vereadora Marielle Franco, assassinada na quarta (14) com quatro tiros na cabeça, fez um apelo em suas redes sociais. Ela pediu que as pessoas parem de compartilhar mentiras sobre a tia, por exemplo, que ela era envolvida com o Comando Vermelho e que o pai de sua filha é o traficante Marcinho VP.
Tudo bem não gostar do seu partido ou de quem era ela […] Por favor, respeitem a dor de todos, seja de quem for, apenas respeitem. E principalmente, não inventem mentiras sobre ela ou alguém da família achando que vai estar passando batido, porque não vai”, escreveu a sobrinha.
Leia a mensagem completa:
Post da sobrinha de Marielle Franco, vereadora morta no Rio, pedindo que parem de inventar mentiras sobre a tia

Post da sobrinha de Marielle Franco, vereadora morta no Rio, pedindo que parem de inventar mentiras sobre a tia (Reprodução/)

“23/11/1998, o dia do meu nascimento. 
Essa é minha tia Marielle, grávida de 8 meses da minha prima. 
É ela, antes de ser a socióloga defensora dos direitos humanos e eleita a vereadora. Ela só era ela. A mãe, a filha, a irmã e a tia.
A mãe mais durona que eu conheci. 
A mulher que construiu sua história durante todo esse tempo mas, que há dias atrás, teve sua vida ceifada sem nenhuma chance de defesa. Sem nem saber o porquê.
Depois desse dia, tô observando as mensagens negativas sobre sua morte. Tudo bem não gostar do seu partido ou de quem era ela. Tá tudo bem.
Mas, por favor, não compartilhe áudios de outras pessoas dizendo que é minha tia.
Por favor, não diga que ela era envolvida com o comando vermelho.
E, essencialmente, não vá nas postagens da minha prima dizer que ela é filha do Marcinho VP e que minha tia engravidou aos 16.
Isso foi o cúmulo pra perceber o quanto as pessoas são insensíveis com a dor de uma filha.
Por favor, respeitem a dor de todos, seja de quem for, apenas respeitem. E principalmente, não inventem mentiras sobre ela ou alguém da família achando que vai estar passando batido, porque não vai.
Por fim, essa era Marielle.
A que morreu por conta de seus ideais, e lutando por eles.”

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s