Obra de pintor mais caro da atualidade vai a leilão

A expectativa da Sotheby's é de bater o recorde de mais de 600 milhões de reais pela obra do pintor irlandês Francis Bacon

O pintor irlandês Francis Bacon gostava de chocar. Morto há 28 anos, sua obra pode ser considerada por alguns grotesca, por gostar de retratar violência, sangue e fantasias masoquistas,  mas é mais frequentemente reconhecida como audaciosa e extraordinária.  Ele é hoje um dos artistas mais caros do mercado de Artes, sendo que em 2013 ele chegou a ter a obra mais cara vendida no planeta. Isso porque seus quadros foram disputadíssimos em um leilão e chegaram a arredar o preço recorde de 142,4 milhões de dólares, hoje quase 672 milhões de reais.

Por isso o anúncio de que em maio a Sotheby’s vai leiloar a obra Triptych Inspired by the Oresteia of Aeschylus (Tríptico Inspirado em Oresteia de Ésquilo) já desperta curiosidade.

A expectativa do leilão é de bater o recorde estabelecido em 2013, por outra obra de Francis Bacon

A expectativa do leilão é de bater o recorde estabelecido em 2013, por outra obra de Francis Bacon (Sothebys/Reprodução)

O painel que é formado por três telas interligadas, são de 1981 e o lote inicial é de 60 milhões de dólares, algo em torno de 285 milhões de reais. Como o nome mesmo diz, o trabalho foi inspirado em uma peça grega de Ésquilo, dramaturgo da Grécia Antiga reconhecido como ‘o pai da tragédia’ (bem ao gosto de Bacon): a trilogia ‘A Oresteia’. A trilogia (que narra a saga da família de Agamenon, antes e depois da Guerra de Tróia) ainda é considerada como uma das mais sangrentas obras gregas.

Triptych Inspired by the Oresteia of Aeschylus faz parte da coleção particular do milionário norueguês Hans Rasmus Astrup que tem um museu particular em Oslo que hoje reúne mais de 1.300 obras de arte moderna e contemporânea. “[Francis] Bacon é o grande trágico de seu tempo por isso o poder atemporal das obras gregas é retratado para mostrar a condição humana no século 20”, explica Alex Branczik, chefe do departamento de arte contemporânea da Sotheby’s na Europa.

 

O quadro mais caro da História da Sotheby’s, leiolado em 2013 por

O quadro mais caro da História da Sotheby’s, leiolado em 2013 por (Sotheby's/Reprodução)

Bacon foi um pintor autodidata e é considerado um dos artistas britânicos mais importantes da era pós-guerra. Ele se dizia influenciado pelos trabalhos iniciais de Picasso, com cunhos religiosos, e focava em capturar o mistério e tormento da alma humana.

Em 2013 o leilão por outro tríptico de Bacon, Three Studies of Lucian Freud Três Estudos de Lucian Freud) foi um dos mais disputados da História da Arte.  A expectativa é de bater o recorde estabelecido. O leilão acontece em maio, em  Nova York.

Aproveite a própria companhia e saia mais sozinha:

%d blogueiros gostam disto: