Namorada de Rafael Miguel concede 1ª entrevista e fala sobre o pai

"Minha mãe não está do meu lado, por incrível que pareça (...) Não quero nem vê-la", disse a jovem de 18 anos

Isabela Tibcherani, namorada do ator Rafael Miguel, assassinado a tiros juntamente com os pais, falou ao Balanço Geral, da Record TV, na tarde desta segunda (10).

Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela, é o principal suspeito dos três assassinatos. Ela conta que o homem de 48 anos é possessivo e planejou o crime. 

“Meu pai tem um ciúme possessivo, doentio. Não só comigo, mas com minha mãe também. Ele é misógino, agressor, odeia mulheres e acha que mulher só serve para lavar, passar e cozinhar”, disse ela.

Veja o que mais bombou nas redes sociais

“Ainda não consigo acreditar, mas estou me esforçando. Juro que o máximo que pensei que fosse possível era meu pai sair na mão. Mas quando eles [Rafael e os pais] chegaram, ele me mandou entrar e começou a atirar”, continuou. 

Ela desmentiu os boatos de que estaria grávida e disse que não via Rafael há bastante tempo. A última vez em que estiveram juntos foi no sábado (8). “Chegaram a dizer que eu estava grávida, que eles estavam indo pra esclarecer a gravidez, o que não é verdade. A gente estava há muito tempo sem se ver”.

Ela ainda disse que a mãe apoia o marido. “Minha mãe não está do meu lado, por incrível que pareça. Ela não vai ajudar as investigações, mas nem vai precisar disso porque já conseguiram imagens dele (…) Se fosse pra contar com ela, eu estaria sozinha. Não quero nem vê-la, nem estar perto dela”, disse.

Mensagem a Rafael

Após o crime brutal, Isabela escreveu uma carta ao namorado em seu perfil no Facebook. 

“Só queríamos ser livres para amar, sem medida. Queríamos explorar o mundo e explorar a vida. Crescer, lado a lado, como um só”, escreveu ela.

Em outra publicação, a jovem relembrou o último encontro do casal. “E ontem a gente se reencontrou, depois de meses, apenas sonhando com esse momento, contando os segundos, os dias. E aconteceu. O melhor dia das nossas vidas, de longe”, escreveu. “Dá pra ver pelo nosso olhar, nesse momento éramos só você e eu, em meio a todas aquelas pessoas, não tinha mais nada além de nós dois.”

Entenda o caso

O ator-mirim Rafael Miguel, que interpretou o Paçoca de “Chiquititas“, morreu no último domingo (9) aos 22 anos, assassinado juntamente com os pais. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, Rafael, acompanhado dos pais João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram conversar com o pai da namorada, Isabela, de 18 anos, sobre o relacionamento. Eles foram recebidos pela jovem e sua mãe em Pedreira, bairro da zona sul de São Paulo, por volta das 14h.

Enquanto conversavam, o comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, pai de Isabela, chegou ao local armado e atirou nas três vítimas, que morreram no local. O autor fugiu, de acordo com a polícia.

Leia também: Casal de mulheres recusa se beijar e é espancado por grupo de homens

+ Caso Madeleine McCann entra em novo capítulo

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA