Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Justiça decreta prisão de João de Deus

O médium é acusado por centenas de mulheres de abuso sexual

Por Da Redação - Atualizado em 14 dez 2018, 13h18 - Publicado em 14 dez 2018, 13h13

A Justiça de Goiás determinou, nesta sexta-feira (14), a prisão preventiva de João de Deus, acusado de abusar sexualmente de centenas de mulheres, segundo relatos de vítimas que têm se multiplicado nos últimos dias. A informação foi confirmada à TV Anhanguera pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior. 

Ministério Público de Goiás já havia pedido a prisão preventiva de João de Deus, que mantém um centro de tratamentos espirituais em Abadiânia, no interior de Goiás, depois que uma série de mulheres começou a denunciar o médium por abuso sexual. Os casos foram conhecidos a partir de uma entrevista no programa “Entrevista com Bial”.

Publicidade