Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Ministério Público de Goiás pede prisão preventiva de João de Deus

O médium é acusado por centenas de mulheres de abuso sexual

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2020, 12h29 - Publicado em 12 dez 2018, 17h38

João de Deus teve a prisão preventiva solicitada pela Promotoria de Justiça de Goiás. A medida foi tomada cinco dias após o médium ser acusado por centenas de mulheres de abuso sexual. O pedido ainda precisa ser aceito pela Justiça.

O advogado de João de Deus disse que ainda não foi informado oficialmente sobre a decisão, mas que seu cliente está à disposição da Justiça para esclarecimentos.

As primeiras denúncias contra o médium João de Deus foram feitos ao programa Conversa com Bial, da Rede Globo, na última sexta-feira (7).

Publicidade