Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Morre João Carlos Assis Brasil, um dos maiores pianistas do país

Pianista, famoso por tocar ao lado de grandes nomes da música, como Maria Bethânia e Ney Matogrosso, morreu aos 76 anos

Por Da Redação Atualizado em 6 set 2021, 14h47 - Publicado em 6 set 2021, 14h45

Morreu na última sexta-feira (3) João Carlos Assis Brasil, um dos maiores nomes do piano, aos 76 anos. O professor e músico sofreu um infarto e acabou morrendo em um hospital de Niterói, Rio de Janeiro. A informação foi emitida pela sua assessoria de imprensa e pela escola de música Villa-Lobos, onde ministrou aulas ao longo de muitas décadas.

Veja também: “Fiz 40 anos, me separei e floresci profissionalmente”, diz Negra Li

“Comunicamos com profunda tristeza o falecimento hoje do nosso querido João Carlos Assis Brasil, em decorrência de um infarto na última sexta-feira”, lamentou a assessoria. “Ele cumpriu sua missão por aqui e agora sua obra se eterniza!”, homenageou.

View this post on Instagram

A post shared by João Carlos Assis Brasil (@joaocarlosdeassisbrasil)

A escola onde Assis ministrou aulas também deixou uma mensagem de homenagem ao professor. “João Carlos Assis Brasil era considerado uma lenda viva do piano brasileiro. Irmão gêmeo de outro grande músico, Victor Assis Brasil, João Carlos estudou piano clássico desde a infância, chegando a conquistar prêmios internacionais. Aprimorou-se na música popular americana, como nas trilhas de clássicos do cinema e do jazz, e retornou ao Brasil como um fenômeno do piano”, dizia o comunicado. “Deixamos nossos sentimentos aos familiares e amigos, e a certeza de que João Carlos Assis Brasil sempre será lembrado na memória de nossa escola e da música brasileira. Gratidão por dedicar a vida integralmente à música, mestre!”, dizia ainda a nota.

Continua após a publicidade

Aos 15 anos, João Carlos Assis Brasil começou a tocar piano junto com orquestras e se dedicou aos instrumentos ao longo de sua infância. Ele foi aluno de Jacques Klein e estudou música em Londres, Paris e Viena.

O artista tocou com grandes nomes da música, entre eles, Maria Bethânia, Zizi Possi, Alaíde Costa, Clara Sverter, Claudia Lira, Marcio Gomes, Ney Matogrosso, entre tantos outros. Em 2019, gravou no Auditório Guerra-Peixe seu álbum ‘João Carlos Assis Brasil Clássico’, com repertório de obras de compositores como Chopin, Liszt, Debussy, Tchaikovsky, dentre outros.

View this post on Instagram

A post shared by Escola de Música Villa-Lobos (@escolavillalobos)

  • Continua após a publicidade
    Publicidade