Clique e assine com até 75% de desconto

Homem é condenado por contaminar 32 mulheres com HIV

As vítimas contraíram o vírus após se relacionarem com o italiano, que sabia que era soropositivo, mas mantinha o fato em segredo

Por Da Redação Atualizado em 19 out 2020, 18h24 - Publicado em 19 out 2020, 19h30

O italiano Valentino Talluto, de 35 anos, foi condenado nesta segunda-feira (19) a 24 anos de prisão por transmitir HIV para mais de 30 mulheres em Roma.

Segundo informações da Agenzia Nazionale Stampa Associata (ANSA), o homem sabia que era soropositivo, mas mantinha o fato em segredo das mulheres com quem se relacionava. Ele foi identificado por meio de escutas telefônicas, que permitiram que a polícia rastreasse vítimas abordadas em sites de bate-papo e rede sociais.

Talluto descobriu ter HIV em março de 2015 e na mesma época deu início aos crimes. Ao todo, 57 mulheres afirmaram ter tido relações sexuais com ele, das quais 32 foram contaminadas.

Em novembro de 2015, o italiano foi detido, sendo inicialmente condenado a 22 anos de prisão. Agora, a Justiça determinou que sua pena aumente para 24 anos.

  • O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

    Continua após a publicidade
    Publicidade