Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Casal gay brasileiro é agredido em Lisboa

Eles voltavam para casa quando foram abordados na principal praça pública da capital

Por Da Redação
Atualizado em 17 fev 2020, 12h52 - Publicado em 3 out 2019, 15h50

Um casal brasileiro sofreu um ataque homofóbico enquanto passava pelo Terreiro do Paço, a principal praça pública de Lisboa, Portugal, no último domingo (29). O designer Fabio Von der Liebl e o jornalista Victor Drummond voltavam para casa quando foram abordados por um grupo de homens que vendiam drogas em plena luz do dia. Ao recusarem a oferta, passaram a ouvir ofensas de cunho preconceituoso.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Compra pepino para você dar para seu amigo”, teria dito um dos agressores. Victor avistou um carro da Guarda Civil Metropolitana e decidiu usar o celular para gravar as ofensas. Segundo ele, assim seria possível provar que estava sendo atacado. Entretanto, a reação irritou ainda mais o grupo.

“Nesse momento os cinco homens ficaram furiosos e começaram a correr com mais velocidade atrás de nós. Enquanto eu corria, ouvi um barulho e quando olhei para trás vi meu marido caído no chão enquanto levava socos e chutes dos agressores”, contou Victor. Amedrontado pela polícia, um deles fugiu. Os outros quatro foram rendidos, reconhecidos, mas liberados após o registro do boletim de ocorrência. 

Continua após a publicidade

“Questionei-os por isso, inclusive porque havia testemunhas para que pudessem reportar o flagrante. Enfim, vamos confiar na Justiça” declarou o jornalista ao portal português Dezanove.

(Reprodução/Reprodução)

Fábio sofreu escoriações no joelho, na perna, na mão, nas costas e no cotovelo. “Apesar do conjunto de leis que foram aprovadas no país, esses episódios são recorrentes. Lamentamos que isso tenha acontecido em um dos principais pontos turísticos de Portugal, um lugar onde os visitantes desembarcam para fazer seus registros e onde também acontece a Gay Pride Lisboa”, disse.

Continua após a publicidade

A Embaixada e o Consulado brasileiros prestaram apoio às vítimas, que pretendem apresentar o caso à Comissão Cidadania e Igualdade de Gênero, à Comissão de Proteção às Vítimas de Crimes e à ILGA Portugal – Intervenções Lésbica, Gay, Bissexual e Transgênero. 

Leia também: Instagram ganha função para combater bullying

+ Melinda Gates investe 1 bilhão de dólares em igualdade de gênero

PODCAST – Como ter mais orgasmos: o caminho para uma vida sexual satisfatória

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.