Cães foram dopados antes da morte do pastor Anderson do Carmo

O assassinato aconteceu na madrugada de domingo (16) e segue em investigação; Anderson era marido da deputada Flordelis (PSD-RJ)

O pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), foi morto na madrugada do último domingo (16), em Niterói. De acordo com uma fonte ouvida pelo jornal O Globo, os assassinos teriam dopado o cachorro do casal para chegar à residência.

A Delegacia de Homicídios de São Gonçalo e de Niterói investiga a possibilidade de o assassinato ter sido motivado por uma desavença em família. As imagens das câmeras de segurança serão analisadas por investigadores da delegacia para descobrir a identidade dos autores do crime.

Segundo o boletim de ocorrência, Flordelis contou à Polícia Militar que, ao voltarem de uma confraternização, ela e Anderson tiveram a sensação de estarem sendo seguidos por duas motocicletas.

“A deputada teve a sensação que estava sendo seguida por duas motos. Quando já alojados em sua residência, foi relatado que o mesmo (a vítima) voltou na garagem dizendo que ia buscar algo que havia esquecido no carro e que logo depois foram ouvidos os tiros. Em seguida, familiares desceram e o encontraram baleado próximo ao carro”, diz um trecho do registro.

O corpo do pastor foi velado no domingo. O enterro está marcado para esta segunda (17). Anderson deixa 55 filhos, sendo quatro biológicos. Ele e Flordelis adotaram, de uma vez, 37 crianças, que sobreviveram a uma chacina que ocorreu na estação Central do Brasil.

Entenda o caso

Anderson Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), foi assassinado na madrugada deste domingo (16) em Pendotiba, Niterói. Ele foi baleado diversas vezes por volta das 4h, pouco tempo depois de chegar em casa.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI). Uma perícia foi realizada no local e no carro de Anderson.

Floredelis se pronunciou pela primeira vez sobre o crime no domingo. Ela disse que o companheiro morreu para salvar sua família.

“Mais uma violência, mais uma tentativa de assalto frustada que acabou na morte do meu marido. Essa violência que está imperando em nosso estado tem que acabar, tem que ter um jeito, do jeito que está não pode continuar. Quantos mais inocentes terão que morrer? São 55 filhos agora sem pai”, desabafou.

Leia também: A tocante tatuagem da namorada de Gabriel Diniz em homenagem ao cantor

+ Flordelis fala pela primeira vez sobre assassinato do marido